20.7 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 17 abril, 2021
InícioMATO GROSSOMaioria da população de Cuiabá está otimista com economia em 2021

Maioria da população de Cuiabá está otimista com economia em 2021

Por Cenário MT/CDL CUIABÁ

De acordo com dados de uma pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá), através do seu núcleo de inteligência de mercado, para 52% dos cuiabanos 2021 será melhor que 2020 em relação à situação econômica do país.

Para justificar suas respostas, os temas mais citados pelos entrevistados foram a chegada da vacina como maior destaque, além de acreditarem que a população aprendeu muito com a crise anterior e acreditam que o fim da pandemia está próximo, além do otimismo quanto a novas ofertas de trabalho.

“A vacina tem sido o grande termômetro para a aceleração positiva da economia, já está nítido que a confiança no mercado só será definitivamente restabelecida com a vacina em todos os lares, porém enquanto isso continuar nesse processo de adaptação buscando ser criativos pela manutenção de negócios e empregos”, explicou o superintendente da CDL Cuiabá, Fábio Granja.

A pesquisa também buscou saber se o cuiabano tem algum sonho para investir esse ano, para 87,3% a resposta foi afirmativa e a maioria destes sonhos refere-se a pretensão de comprar a casa/apto próprio (18%), seguida de 15,60% em comprar/trocar/quitar carro e 15,60% em concluir reforma/ampliação da casa também, demonstrando aquecimento no setor de construção civil/materiais de construção.

Já um outro dado levantado demonstra que 84% dos cuiabanos não pretendem fazer cortes no orçamento em 2021, sendo que dos 16% que pretendem cortar, destacaram que querem gastar principalmente com menos o cartão de crédito.

Quanto ao perfil comportamental financeiro, 97,30% dos entrevistados disseram que se enquadram na personalidade que não costuma deixar de pagar as contas, relatando que os atrasos estão relacionados a problemas considerados como inesperados e que quando cobrados, procuram pagar o mais rápido possível.

“Por mais que os índices apresentam um número alto de inadimplência, o consumidor demonstra que não gosta de dever e que sempre está apto a negociar as suas dívidas, por isso é importante alerta-los a procurarem sempre o credor para que haja essas negociações que na maioria das vezes possuem boas condições para quitação de débitos”, disse Granja, com base na pesquisa.

Para o superintendente ainda, “a pesquisa realmente apresenta uma população em plena evolução, claro que mais acelerada devido a pandemia, principalmente em ter um senso maior na hora de consumir e de negociar de dívidas. Além disso, a confiança estabelecida somada com a  vontade de investir é substancial para a retomada econômica”, afirmou.

SOBRE A PESQUISA – Foi realizada na cidade de Cuiabá, com 150 entrevistados, nos dias 03 e 04 de fevereiro, sendo que 52% foram do sexo feminino e a média de idade de 41 anos.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

LUCAS FORTE DE NOVO
Socorro a comércios luverdenses afetados pela pandemia pode chegar a R$ 20 mil
abril 16, 2021
COM TODO CUIDADO!
Lucas: Educação prepara retorno de aulas presenciais de forma gradativa a partir de segunda-feira (19)
abril 16, 2021