23.5 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 31 julho, 2021
InícioMATO GROSSOMacaco-prego é atacado por cães e fica gravemente ferido em Sinop

Macaco-prego é atacado por cães e fica gravemente ferido em Sinop

Animal sofreu politraumatismo e pode ter o braço amputado. Ele está sedado e recebe cuidados no Hospital Veterinário da UFMT.
Por Kessillen Lopes, G1 MT

Um macaco-prego foi atacado por cachorros ao se perder do bando na comunidade Brígida, em Sinop, região norte do estado, nessa quinta-feira (17). O animal teve fraturas múltiplas e está gravemente ferido.

Uma equipe de proteção animal e voluntários da Associação Protetora dos Animais do Município de Sinop (APAMS) fizeram o resgate e os primeiros socorros. Já na manhã desta sexta-feira (18), o macaco foi encaminhado ao Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), campus Sinop.

“Ele chegou sedado, então já aproveitamos para fazer exames de imagem e coletar amostras de sangue e urina. É um animal com comprometimento pélvico e com uma fratura no braço”, explicou a veterinária Elaine Dione, responsável pelo setor de atendimento de animais silvestres do hospital.

A equipe veterinária informou ainda que está aguardando o término da sedação para fazer uma avaliação mais profunda do caso clínico dele.

“Temos que avaliar como proceder no caso, pois essa é uma fratura que pode resultar na amputação do membro. Também vamos fazer um exame neurológico mais apurado para ver se houve dano cerebral, mas, diante do politraumatismo que ele sofreu, o quadro é estável”, disse.

 

Por enquanto, a equipe dá o suporte necessário para que o animal se recupere da anestesia.

Macaco-prego

 

A espécie costuma formar grupos de 8 a 16 indivíduos e, mesmo quando se distanciam uns dos outros para se alimentar, mantém contato vocal, utilizando-se de grande variação de manifestações sonoras. No entanto, devido ao ataque, o animal resgatado em Sinop não conseguiu se juntar ao grupo novamente.

Os macacos-prego são considerados um dos primata mais inteligente das Américas. Eles têm diversas habilidades manuais, tanto que podem fazer uso de “ferramentas” para acessar o que deseja.

Bate, por exemplo, castanhas e frutos duros em troncos ou rochas, e retira insetos de pequenos orifícios usando gravetos. Além disso, sabe se virar em pomares ou mesmo em monoculturas.

Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
Lucas Forte de Novo tem 54% das propostas aprovadas
julho 31, 2021
POLÍTICA
Com fim do recesso, Câmara de Lucas retoma sessões ordinárias na próxima segunda
julho 31, 2021