Tombamento histórico da Escola Olavo Bilac marca momento importante em Lucas do Rio Verde

Fonte: CenárioMT

WhatsApp Image 2024 07 04 at 11.33.26

Uma cerimônia realizada no gramado da Escola Olavo Bilac marcou o tombamento histórico da unidade de ensino, localizada no bairro Jardim das Palmeiras, em Lucas do Rio Verde. A escola, que completou 24 anos em abril deste ano, tem um significado especial na história do município. Alunos, servidores públicos e autoridades acompanharam o ato, celebrando um marco significativo na área da educação e para o patrimônio cultural do município.

A secretária de Educação, Elaine Lovatel, ressaltou o valor histórico do tombamento. “Hoje, deixamos registrado para as futuras gerações a importância deste prédio, que marcou um novo ciclo estrutural das escolas de Lucas do Rio Verde”, afirmou. Segundo Elaine, a construção da Escola Olavo Bilac foi um ponto de inflexão que mostrou que as escolas públicas podem ser imponentes e atrativas. “Preservar este edifício é garantir que as próximas gerações compreendam a relevância deste momento histórico e o impacto que ele teve na nossa educação”, concluiu.

WhatsApp Image 2024 07 04 at 08.30.25 scaled
Foto: Carine Alves / Ascom

A secretária de Cultura e Turismo, Luciana Bauer, também destacou o evento como um dos momentos mais importantes na história jovem de Lucas do Rio Verde. “Este tombamento visa preservar um bem que representa muito para nosso município, não apenas na educação, mas também no turismo e no cenário cultural”, explicou. Luciana agradeceu ao Conselho Municipal de Políticas Públicas Culturais e ao prefeito Miguel Vaz pela sensibilidade em propor a preservação deste patrimônio. “É uma responsabilidade cultural e histórica que estamos assumindo com muito orgulho”, disse.

Homenagens e reconhecimento

Durante a cerimônia, várias homenagens foram realizadas para reconhecer os profissionais que contribuíram para a história da Escola Olavo Bilac. Solimara Lígia Moura, ex-secretária de Educação, falou sobre a construção da escola durante sua gestão e o impacto transformador que teve na educação local. “Foi um presente imenso para a comunidade luverdense e uma mudança significativa na estrutura das escolas municipais”, lembrou Solimara, que reside há cerca de 40 anos no município.

Edinete Maria da Silva dos Anjos, zeladora e servidora mais antiga da escola, também foi homenageada. “No início, fiquei triste porque não entendia o que era o tombamento, mas agora vejo que é uma valorização da escola e dos alunos”, disse emocionada. “Para mim, é uma grande alegria e satisfação.”

Legado e capital social

O prefeito Miguel Vaz destacou a importância da edificação, ocorrida entre o final dos anos 90 e início do ano 2000. “Esta escola marcou a virada de chave na construção de escolas atrativas e com um bom ambiente”, afirmou Miguel Vaz.

O vice-governador Olavo Pivetta, que era prefeito de Lucas do Rio Verde na época da construção da escola, disse que a Escola Olavo Bilac deixa um legado que vai servir às futuras gerações. Pivetta reforçou o impacto positivo da escola ao longo dos anos. “Não há nada mais importante que um homem público possa deixar como legado do que capital social, e a Olavo Bilac foi uma usina produtora de capital social ao longo deste tempo”, disse Pivetta.

A cerimônia de tombamento da Escola Olavo Bilac não apenas celebra um edifício, mas também reconhece o esforço contínuo em valorizar a educação e preservar a história de Lucas do Rio Verde para as futuras gerações.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.