31.9 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 28 setembro, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDESemana do Brasil: Procon Lucas do Rio Verde dá dicas para aproveitar...

Semana do Brasil: Procon Lucas do Rio Verde dá dicas para aproveitar promoções

Objetivo é alavancar as vendas em comemoração à Independência do Brasil
Por Redação CenárioMT com Assessoria

Para aquecer o comércio em todo o país, começou nesta sexta-feira (03), a Semana do Brasil, período de promoções organizado pelo Governo Federal em parceria com varejistas do país com o objetivo de alavancar as vendas em comemoração à Independência do Brasil.  

Alguns comércios de Lucas do Rio Verde participarão do momento de ofertas e, por isso, o Procon do município alerta os consumidores sobre as promoções e outras orientações sobre as compras. As ações promocionais devem durar até 13 de setembro. 

Confira as dicas do Procon na hora das compras: 

1. Pague pelo preço anunciado:
A mudança de valor pode ocorrer principalmente em transações online. Por exemplo: se o preço do produto é R$ 100 e, na hora de finalizar a compra, aparece um valor diferente, lembre-se que o que vale é sempre o preço menor.

Para ter certeza de que está tudo certo, em compras feitas pela internet, verifique os valores no carrinho virtual após escolher o produto ou serviço.

2. Possibilidade de troca
Se o produto apresentar defeito ou for diferente do que foi pedido, o consumidor pode solicitar o conserto ou a troca da mercadoria.

O estabelecimento tem até 30 dias para realizar a troca de produtos não duráveis (roupas, alimentos, etc) e 90 dias para bens duráveis (eletrônicos, eletrodomésticos, etc). Lembrando que as lojas podem vender produtos com defeito, porém essa informação precisa estar clara no anúncio.

3. Direito de se arrepender
Comprou por impulso e não quer mais o produto? Ou, ainda, comprou pela internet e não gostou quando a mercadoria chegou na sua casa? Tudo bem. Você tem o direito de se arrepender garantido pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Depois de efetuar a compra, o consumidor tem o prazo de 7 dias após o recebimento do produto para comunicar a loja. Dessa forma, você pode solicitar a devolução do valor sem qualquer outra justificativa. Esse direito não se aplica para compras efetuadas em lojas físicas.

Mas atenção: Para garantir a troca, o produto não pode ter sido usado. Os custos de devolução são por conta da loja que vendeu.

4. Garantia de entrega
Uma vez que a compra é concluída, a loja não pode alegar falta de estoque. Isso vale para pagamentos feitos com cartão de crédito e boleto bancário (pago até a data de vencimento).

O estabelecimento é responsável por garantir a entrega do produto vendido. Ou seja, se algo der errado, ele não poderá culpar os correios ou outras empresas de entrega pelo não cumprimento do prazo combinado.

5. Promoções falsas – a famosa maquiagem
“De R$ 699 por R$ 399” – essa é uma oferta que você pode encontrar nas datas de promoções. Mas o preço do produto ou serviço em questão realmente era R$ 699? 

Embora isso não seja padrão, algumas empresas podem “maquiar” o preço original para fazer as ofertas parecerem mais atraentes.

Uma boa maneira de garantir que você não vai cair nessa é acompanhar, antes da data exata da promoção, o histórico de preços dos produtos que você pretende comprar. Com isso, é possível ver se o preço subiu antes, qual era ele nos meses anteriores e se os descontos fazem ou não sentido.

6. Preço que muda ao confirmar a compra e frete
Ficar de olho no preço que aparece em seu carrinho de compras é essencial: não é raro que algumas lojas mostrem inicialmente o preço de produtos com desconto mas, no momento de confirmação da compra, cobrarem o valor inteiro do produto. 

Essa é uma infração dos direitos de consumidor e, se perceber algum caso deste tipo, é recomendado que se abra uma reclamação no Procon de sua cidade.

Além disso, é importante também observar o preço cobrado pelo frete e o prazo de entrega de suas compras. Pode acontecer de o valor do frete ser muito mais caro que o normal e o prazo para entrega ser muito longo, e não atender sua pretensão.

7. Venda casada
Venda casada é como se chama a prática de condicionar a venda de um produto a outro. Um exemplo: só é possível comprar um smartphone se, junto dele, o consumidor adquirir também o seguro para o celular. Essa é uma prática proibida pelo Código de Defesa do Consumidor, portanto, não caia nela.

Procon Lucas do Rio Verde
Caso os consumidores precisem de mais orientações ou queiram relatar qualquer irregularidade, podem entrar em contato com o Procon de Lucas do Rio Verde nos telefones (65) 3548-2522 ou (65) 99225-4188 (Whatsapp). O Procon está à disposição de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h, na Galeria Central de Serviços, na Avenida Paraná nº 766 S, Sala 06.

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Redes sociais

107,349FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,041SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

RECONHECIMENTO
Guarda Municipal de Lucas do Rio Verde é homenageada com Moção de Aplausos
setembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Regularização de débitos para MEI termina nesta quinta-feira, dia 30 em Lucas do Rio Verde
setembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Programa Mais MT Muxirum motiva adultos a ler e escrever em Lucas do Rio Verde
setembro 28, 2021
Lucas do Rio Verde
Vida Nova II: Prazo para realização de denúncias termina na próxima quinta-feira (30)
setembro 28, 2021