Pesquisa revela tendência do consumidor luverdense no período pós-pandemia

Levantamento foi realizado pela Unilasalle a pedido da CDL de Lucas do Rio Verde

Fonte: CenárioMT

pref lrv 3

Um levantamento feito pela Unilasalle, a pedido da CDL, mostrou a tendência de comportamento do consumidor de Lucas do Rio Verde no chamado período pós-pandemia de covid-19. A pesquisa foi realizada em preparação do evento Oscar do Varejo.

Mais de 1,3 mil pessoas foram pesquisadas durante parte do mês de outubro. Elas responderam a questionamentos que vão desde o que pretendem gastar em presentes nas festas de fim de ano a como pretendem efetuar estas compras.

Quase metade dos entrevistados (47,7%) disse que pretende gastar mais de R$ 200 em presentes no período de fim de ano.

Em relação a forma como pretendem fazer as compras, os luverdenses disseram que pretendem ir às compras pessoalmente, apesar da possibilidade de adquirirem por meio de apps. Mais de 55% dos entrevistados afirmaram que pretendem fazer as compras nas lojas físicas.

O número mostra a retomada de consumo do luverdense. Antes da pandemia, 59% dos entrevistados faziam compras nas lojas físicas. Durante o período mais crítico da pandemia, quando ocorreu maior ênfase no isolamento e distanciamento social, 46% dos entrevistados disseram fazer compras em lojas físicas.

Índice de confiabilidade

A coordenadora da pesquisa, professora Juliana Pereira Bravo, explicou que a metodologia aplicada na pesquisa garante 95% de confiabilidade. A população estimada de Lucas do Rio Verde, de acordo com o IBGE, é de aproximadamente 78 mil habitantes. O índice de confiabilidade é alcançado com levantamento de dados de 395 entrevistados.

Em entrevista à imprensa, Juliana disse que houve resistência dos luverdenses em responder à pesquisa, parte em razão da covid-19. Isso motivou a coordenação a adotar estratégias para conseguir realizar a pesquisa.

Em relação ao comportamento do consumidor antes, durante e agora, no período pós-pandemia, é importante para os comerciantes. “Eles sentem mais confiança e credibilidade na loja física. É um bom sinal para o comerciante, ter essa perspectiva, de que os consumidores querem realmente fazer as compras em lojas físicas”, explicou.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.