20.2 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 30 julho, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDELucas do Rio Verde inicia implantação de novo modelo de organização de...

Lucas do Rio Verde inicia implantação de novo modelo de organização de atendimento nos PSFs

“Acesso avançado” tem como objetivo organizar e adequar as necessidades dos pacientes de acordo com a agenda completa de serviços disponíveis nos PSFs
Por Redação CenárioMT com Assessoria

A rede pública de saúde de Lucas do Rio Verde passa por uma reorganização no método de atendimento nos PSFs. Para diminuir a espera e conseguir dar mais tempo hábil para cada atendimento, o Município está iniciando a aplicação da metodologia do Acesso Avançado que consiste em uma escuta qualificada que antecede o atendimento do paciente.

Dinâmico, rápido e de forma individual, é feito um acolhimento em sala particular para receber e ouvir o paciente, entender sua demanda e encaixá-lo dentro das possibilidades de serviços do PSF no mesmo dia ou em até 72h após o primeiro contato na unidade. A escuta qualificada do Acesso Avançado não é o mesmo serviço que a triagem, procedimento já conhecido e, sim, um serviço a mais a ser ofertado.

Para a Secretária Municipal de Saúde, dra. Fernanda Heldt Ventura, o Acesso Avançado é uma forma de humanizar o atendimento e otimizar os serviços da Saúde.

“A escuta qualificada pode ser feita por qualquer profissional da Unidade, previamente capacitado para entender os serviços ofertados no PSF, reconhecer as necessidades do paciente e conectar as duas situações. Dessa forma é possível ofertar um atendimento de qualidade, com menos urgência, resultando em mais conhecimento de caso e também utilizar melhor todos os serviços e profissionais disponíveis na rede pública de saúde”, explica a médica.

De acordo com os preceitos do método de Acesso Avançado, parte dos atendimentos diários é para a demanda espontânea emergencial que surge naturalmente e a outra parte do tempo é destinada para agendamentos, possibilitando, então, reserva de tempo hábil para um atendimento estável, sem a pressa dos atendimentos de urgência.

“Dessa forma também é possível diminuir as filas nas unidades de saúde, já que o paciente não precisa chegar antecipadamente ao local para pleitear uma consulta ou atendimento. Ele só deve comparecer no horário agendado para o seu atendimento”, afirma a secretária.

É importante ressaltar que o paciente terá uma resposta para o seu caso em até 72h, seja  um atendimento emergencial no mesmo dia ou então um agendamento posterior na Unidade com algum profissional que possa atender a necessidade não urgente do paciente.

“Estamos buscando uma reestruturação forte e eficaz com esse método para retomar o controle sobre a Atenção Básica, para melhorar a qualidade dos atendimentos prestados nos PSFs. Desde o ano passado, com o início da pandemia, os atendimentos básicos da rede pública de saúde ficaram em funcionamento de forma secundária, já que a luta contra o coronavírus virou prioridade não só local, como nacional e mundial”, ressalta a secretária de Saúde.

O Acesso Avançado tem sido implementado gradativamente em Lucas do Rio Verde por meio de reuniões com as equipes das unidades de saúde para orientar sobre o método de atendimento e qualificar os profissionais sobre a importância da escuta qualificada. A fase de adaptação com a população pode levar de um a três meses.

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Gosta de economia, assistir séries, filmes de ação e gosta de videogames. Editor no CenárioMT nos cadernos de Economia e Mundo, mas nem por isso deixa uma notícia regional em branco, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

PREVILUCAS
Previlucas nomeia novo diretor executivo da autarquia
julho 30, 2021
ENSINO TÉCNICO
Com nova sede, Seciteci de Lucas do Rio Verde prevê início de novas turmas a partir de agosto
julho 30, 2021