28.9 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 21 junho, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDELive orienta sobre como agir para denunciar eventuais casos de abuso contra...

Live orienta sobre como agir para denunciar eventuais casos de abuso contra crianças e adolescentes

Transmissão é destinada, principalmente, a profissionais de educação e demais atores da rede de atendimento
Por Da Redação

Uma live sobre o Maio Laranja, a partir das 14 horas, marca o 18 de maio em Lucas do Rio Verde. A transmissão, que é destinada principalmente a profissionais de educação e demais atores da rede de atendimento, vai discutir como acolher a criança e o adolescente em casos de relatos espontâneos de abusos, e de como proceder nessas situações sem revitimizar.

Vão participar da live o coordenador do CREAS (Centro de Referência Especializado em Assistencia Social), Williton Martinelli, a psicóloga do CREAS, Mirella Martins, e o promotor de Justiça, Daniel Mariano.

“Esse ano a gente tem bastante limitação por causa da covid-19 e por conta do distanciamento social a gente preferiu fazer algumas ações pontuais e também ações virtuais”, explicou o coordenador do CREAS. Martinelli citou a realização de encontros presenciais relativos ao mês da mulher em que foram abordados temas de prevenção a exploração sexual infanto-juvenil.

Rede de proteção

A Secretaria de Assistência Social integra a rede de proteção às crianças e adolescentes vítimas de violência sexual para reforçar a campanha. Para isso age com apoio, orientações e acompanhamento de famílias vítimas do abuso, com o intuito de garantir proteção em sua integralidade em articulação com outras políticas intersetoriais.

A proposta da campanha Maio Laranja é mobilizar, sensibilizar, informar e convocar a sociedade a participar da luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

Uma série de ações aconteceu durante a semana que antecedeu o dia 18 de maio, com rodas de conversas sobre o tema para grupos de mulheres atendidas pela Assistência Social (06, 10, 11 e 12) no Cras, Creas, Jaime Seiti Fujii e Tessele Júnior.

Maio Laranja

Em 18 de maio de 1973, uma menina de oito anos de idade, chamada Araceli, foi sequestrada, drogada, violentada sexualmente e assassinada, em Vitória (ES). No ano de 1991, os três réus acusados de matar a menina foram absolvidos e o crime permanece impune até hoje.

Cerca de 80 entidades se reuniram e tiveram a ideia de criar o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual e Comercial de Crianças e Adolescentes sendo em 18 de maio, dia do assassinato de Araceli. Em 2000 foi aprovada a Lei Federal 9.970/2000, tornando-se oficial em todo o território brasileiro.

A Campanha ‘Faça Bonito’ é nacional e marcada com ações voltadas para o tema, alertando a sociedade. Para frisar ainda mais a iniciativa, em 18 de maio definiu-se o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Infantil contra Crianças e Adolescentes.

Faixas, banners e cartazes do Maio Laranja podem ser vistos pelo município. Vídeos educativos também contribuirão para o reforço da Campanha ‘Faça Bonito’.

Atendimentos

Em 2020, o Creas de Lucas do Rio Verde atendeu 46 casos de abuso sexual. Neste ano já foram 10 casos até o momento.

Para denunciar casos ou suspeitas de abuso infantil ou de adolescentes, o Disque 100 recebe as ligações de forma rápida e anônima. O serviço telefônico encaminha o assunto aos órgãos competentes no município de origem da criança ou do adolescente.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

vacinação contra a Covid-19
Lucas do Rio Verde encerrará dia 30 o pré-cadastro de pessoas com comorbidades na vacinação contra a Covid-19
junho 21, 2021
Lucas do Rio Verde
Lucas Forte de Novo tem 34 propostas aprovadas pelas instituições financeiras
junho 21, 2021