22.7 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 16 janeiro, 2021
Início MATO GROSSO LUCAS DO RIO VERDE IFMT já está pronto para começar testes de COVID em Lucas do...

IFMT já está pronto para começar testes de COVID em Lucas do Rio Verde

O instituto examinar e oferecer os resultados em até 72 horas
Por Por Ascom Prefeitura/ Daniela Meinerz

Foto: Ascom prefeitura/ Luiz Henrique

A prefeitura adquiriu 1 mil kits exclusivos para fazer a testagem das pessoas que forem atendidas nas unidades de saúde. Com a chegada dos testes, o laboratório do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus de Lucas do Rio Verde, já está pronto para iniciar os testes para detecção de COVID-19.

Com equipamentos de alta qualidade, o laboratório vai realizar testes de PCR-  que utiliza técnicas de biologia molecular para detectar se o vírus SARS-CoV-2 está presente no corpo.  É o exame considerado “padrão-ouro” pela Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo alto índice de precisão e confiabilidade.

O instituto vai receber as amostras coletas nas unidades sentinelas, irá examinar e oferecer os resultados em até 72 horas.  Os kits adquiridos pela prefeitura serão apenas para testes de moradores de Lucas do Rio verde.

“A Secretaria Municipal de Saúde vai manter o protocolo de testagem conforme a bula do produto e legislação do ministério da saúde, com a grande vantagem de conseguir o resultado do exame em 72h”, destacou o secretário de Saúde, Rafael Bespalez.

Atualmente os exames de PCR realizados são enviados para capital Cuiabana e demoram até 20 dias para ficarem prontos, devido à alta demanda do estado. Com o novo laboratório, Lucas do Rio Verde terá maior controle epidemiológico da doença.

O laboratório é credenciado junto ao Lacen-Laboratório Central de Mato Grosso, que reuni todas as amostras feitas no estado. Portanto, os resultados feitos no IFMT de Lucas do Rio Verde serão informações oficiais para a Secretaria Municipal de Saúde, sendo contabilizados no boletim diário de enfretamento ao Coronavírus.

Como é feito o teste de PCR?

A amostra para o exame deve ser coletada entre o 3º e 7º dia de sintomas, sendo feito por um profissional, devidamente treinado e usando os Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

As amostras são coletadas através da introdução de um cotonete especial ou “swab” nas narinas, atingindo a Nasofaringe, parte posterior da cavidade nasal. A coleta é indolor, mas pode causar algum desconforto ao atingir o local.



- Publicidade -

Últimas