IFMT já está pronto para começar testes de COVID em Lucas do Rio Verde

O instituto examinar e oferecer os resultados em até 72 horas

0
Foto: Ascom prefeitura/ Luiz Henrique

A prefeitura adquiriu 1 mil kits exclusivos para fazer a testagem das pessoas que forem atendidas nas unidades de saúde. Com a chegada dos testes, o laboratório do Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), campus de Lucas do Rio Verde, já está pronto para iniciar os testes para detecção de COVID-19.

Com equipamentos de alta qualidade, o laboratório vai realizar testes de PCR-  que utiliza técnicas de biologia molecular para detectar se o vírus SARS-CoV-2 está presente no corpo.  É o exame considerado “padrão-ouro” pela Organização Mundial de Saúde (OMS) pelo alto índice de precisão e confiabilidade.

O instituto vai receber as amostras coletas nas unidades sentinelas, irá examinar e oferecer os resultados em até 72 horas.  Os kits adquiridos pela prefeitura serão apenas para testes de moradores de Lucas do Rio verde.

“A Secretaria Municipal de Saúde vai manter o protocolo de testagem conforme a bula do produto e legislação do ministério da saúde, com a grande vantagem de conseguir o resultado do exame em 72h”, destacou o secretário de Saúde, Rafael Bespalez.

Atualmente os exames de PCR realizados são enviados para capital Cuiabana e demoram até 20 dias para ficarem prontos, devido à alta demanda do estado. Com o novo laboratório, Lucas do Rio Verde terá maior controle epidemiológico da doença.

O laboratório é credenciado junto ao Lacen-Laboratório Central de Mato Grosso, que reuni todas as amostras feitas no estado. Portanto, os resultados feitos no IFMT de Lucas do Rio Verde serão informações oficiais para a Secretaria Municipal de Saúde, sendo contabilizados no boletim diário de enfretamento ao Coronavírus.

Como é feito o teste de PCR?

A amostra para o exame deve ser coletada entre o 3º e 7º dia de sintomas, sendo feito por um profissional, devidamente treinado e usando os Equipamentos de Proteção Individual (EPI).

As amostras são coletadas através da introdução de um cotonete especial ou “swab” nas narinas, atingindo a Nasofaringe, parte posterior da cavidade nasal. A coleta é indolor, mas pode causar algum desconforto ao atingir o local.

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (08/08/2020)


Amazonia 03 de Junho