Fórum Trabalhista de Lucas do Rio Verde é destaque em sustentabilidade e produtividade

Fonte: CenárioMT com informações Assessoria

TRT LRV
Foto: Divulgação

A presidente e corregedora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de Mato Grosso, desembargadora Adenir Carruesco, destacou a harmonia entre as equipes e a sinergia dos números das duas varas do Fórum Trabalhista de Lucas do Rio Verde, durante a correição ordinária encerrada na última semana. As unidades se destacaram em diversas áreas, desde a sustentabilidade até a produtividade dos magistrados.

O Fórum Trabalhista de Lucas do Rio Verde é um exemplo de eficiência energética, sendo campeão em economia de energia no estado. Suas instalações são referências em sustentabilidade, tanto em âmbito regional quanto nacional, e o prédio foi o primeiro da Justiça do Trabalho no Brasil a receber o selo A do Inmetro de eficiência energética.

Durante a correição, a produtividade dos magistrados titulares das duas unidades também chamou a atenção. Em 2023, eles realizaram 1.866 audiências e proferiram 1.664 soluções de processos, movimentando aproximadamente R$ 34 milhões, incluindo participações nas três semanas nacionais de conciliação realizadas no ano.

Ambas as varas de Lucas do Rio Verde cumpriram as metas 2 e 5 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Apesar das dificuldades específicas para a realização de acordos e a complexidade de muitos processos que envolvem perícias, as unidades mantiveram um desempenho notável. “As duas varas têm números muito parecidos e satisfatórios, especialmente em relação ao grande volume processual de Lucas do Rio Verde. Destaco ainda a harmonia entre as equipes, compostas por magistrados e servidores comprometidos. Há ainda a questão da sustentabilidade, algo inerente à atmosfera local e que muito nos orgulha”, afirmou a corregedora Adenir Carruesco.

O juiz titular da 1ª Vara de Lucas do Rio Verde, André Simionato, ressaltou a importância da correição como um momento de impulsionamento do trabalho da unidade. “É uma experiência excelente esse contato direto e humano. Os apontamentos foram realizados para melhora da unidade, assim como os elogios, dos quais muito agradeço e repasso também a minha equipe, fundamental para o alcance dos resultados”, disse Simionato.

Helaine de Queiroz, titular da 2ª Vara, destacou a reenergização proporcionada pelo procedimento. “A gente se sente visto, acolhido e vê que o trabalho desenvolvido está valendo à pena. Claro que tudo só é possível pelo esforço de cada um dos nossos servidores, tanto os que atuam presencialmente, quanto aqueles que estão no teletrabalho”, afirmou Queiroz.

Os servidores das varas também demonstraram alta satisfação em pesquisa interna anual. Na 1ª Vara, a nota foi 4,6, destacando-se as relações socioprofissionais (4,65) e a valorização das pessoas (4,53). Na 2ª Vara, a nota foi de 4,71, com o teletrabalho (4,70) e as relações socioprofissionais (4,64) em destaque. No Foro, a pesquisa atingiu a nota de 4,5, com destaque para as relações socioprofissionais (4,65).

Outro ponto relevante foi a capacitação de servidores, que totalizou 1.460 horas dedicadas à qualificação em 2023. Este investimento contínuo em treinamento e desenvolvimento é um dos fatores que contribuem para o excelente desempenho das varas trabalhistas de Lucas do Rio Verde.

É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.