30.5 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 12 maio, 2021
InícioMATO GROSSOLUCAS DO RIO VERDEEm Lucas: Prejuízos com danos em espaços públicos refletem no planejamento e...

Em Lucas: Prejuízos com danos em espaços públicos refletem no planejamento e eventos esportivos, observa secretário

Apesar de fechados para a prática esportiva, ambientes têm sido violados por populares, provocando danos estruturais
Por Da Redação

Os campos de futebol sintético localizados em diversos bairros de Lucas do Rio Verde foram alvo de depredação ao longo dos últimos dias. Para invadir o local, fechados em razão das medidas para frear o avanço da covid-19, pessoas cortaram as telas. Cadeados usados para impedir o uso ao local também foram quebrados. Por conta disso, as traves e outros materiais nos campos sintéticos foram recolhidos.

A depredação da tela do campo sintético do bairro Parque das Américas foi denunciada por um leitor de CenárioMT. Ele entrou em contato com a redação, demonstrando sua preocupação com o ato de vandalismo. “Povo cortou as telas pra entrar no campo sintético do Parque das Américas. Prefeitura veio, ‘cadeou’ levou as ‘goleiras’. Povo vai acabar com a quadra”, lamentou.

O secretário Municipal de Esportes, Jackson Lopes, confirmou que a depredação também foi registrada nos campos do Parque das Emas, Cerrado, entre outros bairros. Ele acredita que os responsáveis tenham sido adolescentes, já que atletas amadores que frequentam esses ambientes ajudam na sua conservação. “Procuro enfatizar que não são feitos pelos praticantes do esporte amador, dos dirigentes das equipes. Eles têm procurado respeitar os decretos, não utilizando esses espaços públicos e infelizmente é um grupo de menores que estão frequentando as praças durante a tarde, final da tarde e estão executando estes danos ao patrimônio”, observou. Jackson citou que os servidores vão intensificar a vigilância em horários de maior concentração destes adolescentes para inibir possíveis depredações.

Prejuízos

Os prejuízos com os danos praticados ainda não foram estimados pelo município. Nos próximos dias a Prefeitura concluirá o levantamento de materiais a serem substituídos. Depois disso fará o processo de aquisição e manutenção. E não foram apenas as telas que sofreram danos. “Também foram danificados os disjuntores, a parte elétrica. É um negócio bem chato que fica pra Secretaria”, lamentou. “O valor que vamos gastar nessa reposição de materiais e consertar estes danos poderíamos usar na realização de mais eventos. Ao invés de melhorar um evento, temos que voltar e fazer um serviço de manutenção. Isso atrapalha bastante”, acrescentou.

Além do prejuízo financeiro, esse tipo de dano prejudica ainda a programação feita a cada início de ano. Embora não tenham sido realizados eventos por causa da pandemia, a Secretaria de Esportes projeta períodos para manutenção em parceria com outros setores da administração pública. “É um tempo que a gente perde pra fazer essas manutenções”, pontua.

Crime

O secretário advertiu que depredar patrimônio público é crime, passível de punição. Por isso, Jackson alertou que servidores públicos estão efetuando rondas pelo município. “Vamos coibir e até tentar pegar em flagrante quem provoca esses danos e, no momento oportuno que acontecer isso, vamos tomar as medidas cabíveis para que os responsáveis possam responder e arcar com estes danos”, afirma.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

INVESTIGAÇÃO
Delegado não descarta premeditação em crime que tirou a vida de jovem no centro de Lucas do Rio Verde
maio 12, 2021
COVID-19
Lucas: Secretária comemora PAM sem pacientes internados, mas alerta sobre cuidados preventivos
maio 12, 2021