Armas apreendidas de homem investigado por violência doméstica em Lucas do Rio Verde

Fonte: CenarioMT

Armas apreendidas de homem investigado por violência doméstica em Lucas do Rio Verde
FOTO: PJC/LRV

Duas armas de fogo, uma carabina calibre 22 e outra calibre 38, foram apreendidas pela Polícia Civil na quarta-feira (19), em Lucas do Rio Verde, a 354 km da capital. As armas estavam em posse de um homem de 45 anos, que é investigado por violência doméstica contra sua ex-esposa.

A ação foi realizada pela equipe da Delegacia de Lucas do Rio Verde, durante cumprimento de mandado judicial. A decisão de apreender as armas foi tomada com base nas investigações conduzidas pela Polícia Civil, que apontaram para um histórico de violência doméstica contra a vítima, uma mulher de 43 anos.

Relato de anos de sofrimento

As investigações iniciaram no mês de maio, após a vítima procurar a delegacia para denunciar o ex-marido. Segundo ela, durante os 25 anos de casamento, foi submetida a diversas agressões físicas e psicológicas, que se intensificaram ao longo dos anos.

A vítima relatou que, por muito tempo, silenciou as agressões por vergonha. Mas, após a decisão de se separar do marido, as violências se agravaram.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Com medo, a mulher finalmente decidiu denunciar o ex-companheiro. Ela também revelou que, como parte de um acordo de separação, o suspeito permaneceu na residência do casal até que a casa fosse vendida.

Mesmo após a separação, as agressões continuaram. Em um novo episódio de violência, a vítima, ciente de que o ex-marido possuía armas de fogo, decidiu buscar ajuda da polícia.

Medidas de proteção à vítima

Com base nas informações coletadas, a Polícia Civil solicitou à Justiça a apreensão das armas do suspeito. O pedido foi deferido, e as armas foram apreendidas na quarta-feira.

A Polícia Civil segue investigando o caso e as medidas cabíveis contra o suspeito serão tomadas após a conclusão do inquérito. A vítima, por sua vez, está recebendo apoio e acompanhamento especializado por parte da equipe da delegacia.

Combate à violência doméstica

A Polícia Civil reforça a importância da denúncia em casos de violência doméstica. As vítimas podem procurar a delegacia mais próxima ou entrar em contato com a Central de Atendimento à Mulher, pelo número 180.

O anonimato é garantido e o atendimento é gratuito.