Alunos do ensino médio visitam reservatório de água no bairro Cerrado

O objetivo foi aprender sobre o funcionamento do sistema de água, desde a captação até a distribuição

Fonte: Redação CenárioMT com Assessoria

alunos do ensino medio visitam reservatorio de agua no bairro cerrado
Ascom Prefeitura/Rayan Nicacio

Cerca de 30 alunos do ensino médio da Escola Estadual Dom Bosco tiveram uma aula diferente na tarde desta terça-feira (04).

Eles visitaram o PT-22 do Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) do bairro Cerrado. A visita faz parte de uma aula de campo para integração da escola junto à instituição de saneamento e água para o conhecimento prático da teoria que é apresentada em sala de aula.
Para a professora de química, Aline Ignes Deboleto, que acompanhou a turma de estudantes, a questão da água é de fundamental importância, principalmente a atuação que é realizada pelo Saae.

“Desde o momento que a Base Nacional Comum Curricular – BNCC foi implantada na escola, a gente percebe que trazê-los para esse espaço é especial e necessário. Eles podem ver e entender a parte química que estudam em sala, saber como funciona a qualidade da água que eles consomem e como a região recebe em cada casa. Isso faz com que eles tenham conscientização do consumo e da preservação”, explica a professora.

A estudante Sthefany Cardoso, do 1º ano, ficou impressionada com o tamanho do reservatório e os trabalhos dos profissionais do Saae. “Chegar aqui e ver como tudo acontece, as coisas e o tratamento, é demais. A forma que eles fazem e impedem a contaminação da água para a população me chamou a atenção. O consumo de água no município é grande e, até agora, antes de visitar aqui, eu não imaginava o que tinha dentro desse tanque e como funcionava”, relata.

Durante a visita, os alunos tiveram uma palestra com a técnica em química do Saae, Sabrina Endler, sobre como funciona a sucção e injeção de hipoclorito de sódio através da bomba dosadora.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Eu expliquei a eles como funciona o sistema de captação de água aqui de Lucas do Rio Verde, que é 100% subterrânea. O Saae capta água através de uma motobomba e aí então vai para o reservatório, essa água recebe tratamento através do hipoclorito de sódio e com uma bomba dosadora para auxiliar”, destaca a profissional.

 

Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.