Líderes políticos de MT e do resto do país lamentam morte de Casaldáliga

0
Foto: Divulgação

Líderes políticos de Mato Grosso e do resto do país usaram as redes sociais para lamentar a morte do Bispo emérito de São Félix do Araguaia, Dom Pedro Casaldália, que faleceu no interior de São Paulo neste sábado (8), em decorrência de problemas respiratórios agravados pelo Mal de Parkson.

Casaldáliga era conhecido mundialmente por causa de suas batalhas e defesas em prol dos menos favorecidos. Na região do Araguaia ele tinha um trabalho prestado a favor de indígenas, quilombolas e sem terras. Na Pastoral da Terra, ele tem trabalho prestado e reconhecido até pelo Vaticano.


-Continua depois da publicidade ©-

O Governo do Estado lamentou a morte do Bispo de 92 anos e anunciou que irá decretar luto de três dias. “Ele foi um exemplo para todos na luta pelos direitos humanos e contra as injustiças sociais. É uma grande perda para o mundo e seu legado e ensinamentos deverão continuar a ser seguidos por todos”, declarou o governador Mauro Mendes (DEM).

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) usou o site oficial da prefeitura para destacar a forte atuação social de Casaldáliga no Estado. “Com sua brilhante luta em prol dos menos favorecidos, Dom Pedro Casaldáliga deixa sua marca em todo o país, especialmente em Mato Grosso. Lamentamos profundamente a perda de uma pessoa íntegra e que, como manda os preceitos de Deus, sempre pensou no próximo com seus inúmeros trabalhos sociais. Externamos aos familiares, amigos e admiradores nosso desejo de que o conforto do Senhor chegue a todos”, disse.

Além de Mauro e Pinheiro, diversos políticos do país homenageou o Bispo, que nasceu na Espanha, mas que está em Mato Grosso desde os anos 60, quando fundou a missão claretiana no Brasil.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (18/09/2020)


Amazonia 03 de Junho