31.9 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 17 junho, 2021
InícioMATO GROSSOJato chega em Mato Grosso e passa por processo de nacionalização

Jato chega em Mato Grosso e passa por processo de nacionalização

Por CENÁRIOMT COM INF. OLHAR DIRETO

O jato Cessna Citation Bravo, modelo C550, chegou a Mato Grosso nessa terça-feira (25) e estará disponível ao Centro Integrado de Operações Aéreas em cerca de 30 dias. O avião foi comprado de uma empresa americana por R$ 7,7 milhões, recursos vindos de delações premiadas e uma contrapartida de R$ 100 mil do Governo do Estado.

A aeronave está passando por um processo de nacionalização, como vistoria, adequações de documentos na Receita Federal, Agência Nacional de Aviação (Anac), além de fazer uma nova pintura com a identificação. O jato será encaminhado a São Paulo para a conclusão dos trâmites burocráticos, necessários para que a aeronave voe no Brasil.

De acordo com o comandante do Ciopaer, coronel Juliano Chirolli, a aquisição vai gerar economia ao Estado, já que a hora de voo de um táxi aéreo custa 50% a mais do que um avião de propriedade do Governo. O custo do táxi aéreo é de quase R$ 20 mil/hora, sendo que o custo do Ciopaer é de R$ 10 mil.

Nós estamos falando em trazer uma aeronave para gerar economia. O que se tem visto, infelizmente, é uma colocação totalmente antagônica à realidade. Chega a ser triste, lamentável, por não conhecerem o funcionamento da aviação em MT. Se o Governo tem que pagar uma aeronave para determinada missão, por que não ter a própria e ter esse custo pela metade?”, questiona Chirolli.

Atualmente, o Ciopaer atua em operações da Segurança Pública, Secretaria de Meio Ambiente, além da Secretaria de Saúde, distribuindo vacinas da covid em todas as regiões de MT e fazendo transporte de pacientes. Chirolli ainda afirma que é extremamente vantajoso ao Estado ter aeronaves à disposição das operações, em especial nesta época de pandemia.

Desde quando recebemos as primeiras aeronaves, nós já voamos 400 horas de voo. Essas 400 horas, nós voamos para a Secretaria de Saúde. Se o Estado tivesse feito esses atendimentos à Saúde Pública com empresas privadas, sairia a um custo de aproximadamente R$ 3,5 milhões. Com o Ciopaer, gastou-se em torno de R$ 1,9 milhão”, explicou.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGURANÇA
Agentes da Guarda Municipal de Lucas localizam peças de moto furtada há cinco meses
junho 17, 2021
Lucas do Rio Verde
Processo seletivo do Esporte é homologado pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde
junho 17, 2021