39.7 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 22 setembro, 2021
InícioMATO GROSSOIndígenas do Médio Xingu recebem segundo curso para produção de mel orgânico

Indígenas do Médio Xingu recebem segundo curso para produção de mel orgânico

Por Joao Ricardo

A Aviação Agrícola proporcionou mais uma edição do curso de capacitação de índios para a produção de mel orgânico. O curso que durou 12 dias e encerrou no último sábado (11) foi realizado na Etnia Kayabi (Aldeia Sobradinho), localizada no Médio Xingu, na região do município de Feliz Natal.

A iniciativa de qualificar os indígenas para a produção de mel 100% orgânico, aproveitando ao máximo a floresta que cerca as aldeias, as margens do Rio Arraias; tem apoio da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de Feliz Natal.

O curso foi ministrado pela professora Clarisse Saueressig, criadora do Método Recuo (processo de extração do mel das colmeias de forma menos invasiva e deixando as abelhas menos agressivas).

No último sábado (12-09) houve a festa de encerramento do curso, onde estiveram presentes o vice-prefeito de Feliz Natal, Antônio Alves da Costa (Tota); o presidente do legislativo, Manoel Nazário (Manoelzinho) e o representante da Aviação Agrícola, comandante Antônio Carlos.

A comitiva foi recepcionada pelo Cacique Sirave Kayabi e pelo professor Monti Wari Kayabi.

De acordo com o comandante Antônio Carlos, dois objetivos principais motivaram a Aviação Agrícola a buscar parcerias com os gestores de Feliz Natal, para a realização dos cursos na aldeia: A independência financeira dos indígenas e a multiplicação das colmeias para a conservação das abelhas, que são as principais polinizadoras da natureza.

“O primeiro objetivo do curso é para ajudar nossos irmãos Indígenas a alcançarem a independência financeira, haja vista que acompanhei a dificuldade que eles têm para se manter na floresta e preservar nossa fauna e flora. Eles não têm fonte de renda e não lhes é permitido comercializar o que é deles, então a venda em larga escala do mel orgânico que estão começando produzir irá ajudá-los a ter uma vida mais tranquila”, destacou.

“Outro aspecto de extrema importância é que ao multiplicar as colmeias, os indígenas estão multiplicando de forma extraordinária a quantidade de abelhas na natureza, já que ambientalistas detectaram a diminuição de abelhas no mundo inteiro temos que achar uma solução prática, e o Xingu pode se tornar o berçário apícula do mundo, se depender de nós”, acrescentou.

O Médio Xingu está em uma área que possui mais de 540 mil hectares de mata nativa de excelência qualidade para a produção de mel orgânico. O mel orgânico possui valor agregado, pois é produzido em locais isolados de granjas, lavouras e criação de animais.

A maior parte desse tipo de mel produzido no Brasil é exportada para a Europa.

“Eu tenho a agradecer o apoio da Aviação Agrícola e da professora Clarice em nos ensinar esse novo método, diferente das antigas técnicas que eram usadas aqui. Nós estamos felizes em receber essa capacitação e juntos poder levar o trabalho de produção de mel nas aldeias Kayabi. Estamos dentro do Parque Nacional do Xingu e mesmo assim, falta muita assistência para nós aqui. E com essa parceria com o município de Feliz Natal, Aviação Agrícola e com a professora Clarice, nós vamos estar fazendo e mostrando um trabalho maravilho”, comentou o Cacique Monti Wari.

Comandante Antônio Carlos ao lado do Cacique Monti Wari Kayabi

Em seu curso, a professora Clarice Saueressig ensina além do método ‘Recuo’, técnicas de manejo das colmeias para evitar o ataque de pragas e doenças que podem exterminar os enxames. O resultado será uma boa produtividade de mel.

A aldeia possuiu um projeto de produção de mel e que agora, passa por aprimoramento com as técnicas ofertadas pela professora Clarice. A Aviação Agrícola patrocinou o curso.

A parceria com o centro de detenção de Sorriso fará as caixas para abrigar as colmeias com madeiras aprendidas pela polícia de Feliz Natal

A prefeitura de Feliz Natal, ofereceu o suporte logístico e apoio para realização e continuação do projeto de apicultura.

Celso Ferreira Neryhttps://www.cenariomt.com.br
É formado em Jornalismo. Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre política, economia e esporte regional.

Redes sociais

107,337FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,036SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Equipe de karatê de Lucas do Rio Verde conquista segunda colocação em competição nacional
setembro 22, 2021
TOP 4 NACIONAL
Cercado de expectativa, Show Safra 2022 é lançado em Lucas do Rio Verde
setembro 22, 2021
PROCURA-SE
Adolescente residente em Lucas do Rio Verde segue desaparecida: menor que ‘foi localizada’ também havia saído de casa
setembro 22, 2021
FIQUE ATENTO
Prova pra seleção de conciliador da Justiça de Lucas do Rio Verde será no domingo (26)
setembro 22, 2021