26.9 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 20 junho, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTGuarantã do Norte comemora 40 anos de fundação nesta quarta-feira (02.05)

Guarantã do Norte comemora 40 anos de fundação nesta quarta-feira (02.05)

Foram pavimentados, e restaurados, 32 km da MT 419, assinado convênio para asfalto de ruas e avenidas do município, entregues patrulha mecanizada e resfriadores de leite para a agricultura familiar e cartões do Ser Família Emergencial, cestas básicas e cobertores
Por CenárioMT

Guarantã do Norte, na divisa com o Pará, com 36.130 habitantes, distante 709 quilômetros de Cuiabá, comemora 40 anos de fundação nesta quarta-feira (02.05) com investimentos do Governo do Estado em infraestrutura rodoviária e urbana, apoio à agricultura familiar e auxílio a famílias carentes.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), concluiu a pavimentação, e restauração, de 32 quilômetros da MT-419, entre Guarantã do Norte e Novo Mundo, restabelecendo padrões adequados para fluidez do tráfego, conforto e segurança da rodovia. Foram investidos R$ 3,1 milhões.

Pavimentação e restauração de 32 km da MT 419 entre Guarantã do Norte e Novo Mundo – Sinfra/MT

Também foi assinado convênio com a prefeitura para pavimentação das avenidas Alcides Capelini e Jequitibá e ruas das Sapucaias e das Amendoeiras. O investimento é de R$ 825 mil, dos quais R$ 700 mil de responsabilidade da Sinfra/MT.

Agricultura familiar

Agricultores familiares de Guarantã do Norte foram beneficiada, em janeiro deste ano, com a entrega de uma patrulha mecanizada, com trator agrícola 4×4, carreta basculante  e grade aradora, além de cinco  resfriadores de leite com capacidade de até mil litros cada.

A Empaer desenvolve no município o Projeto Mato-grossense de Terminação Intensiva de Bovinos para Abate, ou confinamento para engorda em menor tempo. voltado a pequenos e médios produtores. O projeto – desenvolvido também nas vizinhas Matupá, a 28 km, e Terra Nova do Norte, a 81 km – tem recebido visitas de pecuaristas mato-grossenses e de outros estados.

Assistência Social

Por meio da Setasc (Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social), além da recente entrega de 1.538 cartões do Ser Família Emergencial, foram doados, a famílias carentes do município,2.600 cestas básicas entre 2020 e 2021, pelo programa Vem Ser Mais Solidário, e 1.774 cobertores, pelo Aconchego.

Entre 2019 e 2021, o Sistema Nacional de Emprego (Sine), vinculado à  Setasc, ofereceu 1.041 vagas no município, com 702 trabalhadores colocados. Neste mesmo período foram atendidos 4.825 pedidos de seguro-desemprego, dos quais 73 referentes a empregos domésticos.

Saúde e repasses

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) repassou ao município 3.050 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 131.087 comprimidos, entre azitromicina (16.117), ivermectina (12.894) e dipirona (102.076), também distribuído em gotas, com 2.507 frascos.

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 31,1 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab; R$ 1,857 milhão em assistência social, transporte escolar e emendas parlamentares, entre 2019 e 2020; e R$ 3,12 milhões, dos quais R$ 590,3 mil exclusivo para tratamento da Covid19.

Economia

Os setores de serviços, com R$ 352,89 milhões, e administração pública, R$ 205,2 milhões, responderam em 2018, segundo o IBGE, por 62,8% do Produto Interno Bruto (PIB) municipal, de R$ 887,53 milhões. Indústria (R$ 187,48 milhões), impostos (R$ 88,819 milhões) e agropecuária (R$ 53,125 milhões) fecham a soma. O PIB per capita é de R$ 25.002,98.

No mesmo ano, R$ 126,085 milhões, entre salários e outras remunerações, foram pagos por 841 empresas e organizações ativas, entre elas um frigorífico, uma indústria de ração animal e três distribuidoras de insumos, a 5.595 pessoas ocupadas, das quais 4.644 assalariados, média de 2,3 salários mínimos mensais.

Em 2019, o município contava com um rebanho bovino, com 350,5 mil cabeças, das quais 4,87 mil vacas ordenhadas e uma produção de 10,2 milhões de litros de leite; rebanho galináceo, com 60,2 mil cabeças, das quais 18.567 galinhas, com 121 mil dúzias de ovos; 7,39 mil suínos (1.341 matrizes), 6,1 mil equinos e 6 mil ovinos, além de  5,26 toneladas de mel de abelha e 56,4 toneladas de peixe em cativeiro.

Na agricultura, o IBGE registrou em 2019 41,58 mil toneladas de soja, 38,9 mil milho, 775 de maracujá (a maior de Mato Grosso),4,16 mil de banana (quarta maior) e 16,5 mil de arroz (sétima maior), além abacaxi, borracha, cana-de-açúcar, café, coco-da-baía, goiaba, guaraná, laranja, mandioca e palmito.

História

Nome de uma árvore região, cuja madeira é conhecida por sua resistência, Guarantã (do Norte) é resultado de assentamento de agricultores desapropriados de terras no Sul do país e de migrantes brasilguaios, entre 1980 e 1981.

Foi elevada a distrito em novembro de 1981, já como Guarantã do Norte, subordinado a Colíder. Cinco anos depois, em 1986, é elevada a município.

 


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SUSTO
Caminhonete com assessores de senador capota em Mato Grosso
junho 20, 2021
IMPORTUNAÇÃO SEXUAL
Passageiro de Lucas do Rio Verde ‘passa mão’ em idosa durante viagem de ônibus
junho 20, 2021