Expoagro: Governo apoia realização de feira que espera movimentar 300 mil pessoas em 11 dias

Fonte: Débora Siqueira | Assessoria/Sedec

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, será o primeiro palestrante na abertura do congresso técnico no dia 12 de julho  - Foto por: Assessoria/Sedec
O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, será o primeiro palestrante na abertura do congresso técnico no dia 12 de julho - Foto por: Assessoria/Sedec

A 56ª Exposição Industrial, Comercial e Agropecuária de Mato Grosso (Expoagro) deve reunir cerca de 300 mil visitantes de 11 a 21 de julho, no Parque de Exposições Jonas Pinheiro, em Cuiabá. O evento realizado pelo Sindicato Rural de Cuiabá tem a parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) e da Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer (Secel).

Neste ano serão 10 dias de shows nacionais e locais, sendo apenas duas noites com cobrança de entrada nos dias 19 e 20 de julho. O evento ainda contempla leilões, rodeio, competições hípicas, parque de diversões, cursos gratuitos de qualificação, vitrine de animais, gastronomia, opções de lazer para a família.

Além disso haverá paralelamente o congresso técnico “Fórum das Cadeias Produtivas”, que somará seis dias de debates em 2024. Em pauta, temas como mercado internacional, inovação, sustentabilidade, pecuária, agricultura, marketing e gestão de pessoas. A curadoria técnica do fórum será novamente realizada pela faculdade de Zootecnia da UFMT, por meio do projeto Conect Zoo.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, será o primeiro palestrante na abertura do congresso técnico no dia 12 de julho, às 9 horas, com a palestra “Como seria o mundo sem Mato Grosso”. Do público de mil pessoas esperados no Fórum, cerca de 400 já se inscreveram apenas para ouvir o que a Sedec tem a apresentar.

“O Governo do Estado é sempre um parceiro do Sindicato Rural. Somente a Sedec está aportando R$ 2 milhões para a realização do Fórum das Cadeias Produtivas, que traz temas e discussões importantes a serem feitas. É um evento que mais do que gerar movimentação financeira, ele movimenta conhecimento. Vamos continuar sempre apoiando e incentivando a Expoagro, que movimenta milhares de empregos, e que tenho certeza que neste ano terá muito mais do que 180 mil pessoas como foi no ano passado”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Cesar destacou ainda que o aporte de recursos do Governo do Estado também permite que a maior parte dos dias os portões sejam abertos e fomente a apresentação de artistas regionais na programação.

Contudo, mesmo com a gratuidade, entre os dias 12 a 21 de julho, o Sindicato Rural de Cuiabá sorteará dois smartphones iPhone 15 por dia para quem doar dois quilos de alimentos não-perecíveis. O ingresso solidário tem a meta de arrecadar mais de 10 toneladas alimentos para o projeto Sesc Mesa Brasil, do Serviço Social do Comércio (Sesc-MT), que atende centenas de instituições.

Um dos pontos altos da Expoagro 2024 será a feira comercial de produtos e serviços dos setores da indústria, do comércio e do agro. A visitação aos estandes ocorrerá de 11 a 21 de julho, das 9h às 22h. Mais de 200 marcas serão expostas neste ano. Esse conceito mais amplo, que atrai outros públicos além do produtor rural, é uma das características únicas da Expoagro, explica o presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Celso Nogueira.

“Nosso evento reflete a realidade da capital, que tem serviços, indústria e agro. Por isso, nossa programação é mais abrangente e tem uma função social muito forte”.

Outra novidade é a respeito do Rodeio. Agora classificado como esporte, serão quatro dias de competições, que deve reunir cerca de 25 competidores. A premiação será de um carro zero km, uma moto zero km e R$ 18 mil. Além disso, todos eles receberão diária para participar da disputa bem como os custos com hospedagem e alimentação bancados pela organização do rodeio.

CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal! Notícias em primeira-mão e informações de bastidores sobre o que acontece em Mato Grosso.