18.1 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 25 julho, 2021
InícioMATO GROSSOCUIABÁTrabalhadores do transporte coletivo são capacitados para identificar situações de importunação sexual

Trabalhadores do transporte coletivo são capacitados para identificar situações de importunação sexual

A ação é da Secretaria Municipal da Mulher e tem como foco promover a discussão sobre os crimes de violência sexual
Por CenarioMT

A importunação sexual ainda é uma ”guerra” com a qual as mulheres lidam diariamente para exercer o direito de ir e vir nos espaços públicos. Com objetivo de instruir os motoristas de ônibus, a Secretaria Municipal da Mulher realizou na última quinta-feira (1), capacitação para que os profissionais do transporte coletivo consigam identificar os casos de violações dos direitos da mulher no transporte público.

Para a secretária da pasta, Luciana Zamproni, esses profissionais terão um papel importante no combate à violência sexual contra as mulheres no transporte público de Cuiabá. “Eles serão capacitados para saber como lidar nessas situações. Será uma soma de esforços para colocarmos um ponto final a esses abusos criminosos”, afirmou Zamproni.

Durante a capacitação, os motoristas foram orientados sobre a Lei N° 6.643, de fevereiro deste ano, que institui ações de combate aos delitos sexuais no transporte coletivo. O objetivo é chamar atenção para o alto número de casos de importunação sexual, assédio e outros crimes contra a dignidade sexual.

“O encontro visa estimular denúncias de importunação sexual ou qualquer crime contra a dignidade sexual por parte da vítima e conscientizar à população e o motorista do transporte coletivo sobre a importância do tema”, enfatizou a diretora de Execuções de Ações para as Mulheres, Elis Regina Prates.

Elis destaca que todo comportamento indesejado pela vítima, de caráter sexual, sob forma verbal, não verbal ou física, com o objetivo ou o efeito de perturbar ou constranger a pessoa, afetar sua dignidade ou criar-lhe um ambiente intimidativo, hostil, degradante, humilhante ou desestabilizador, conforme o título VI, do Código Penal, é considerado crime.

“Apresentamos hoje a nossa secretaria, falamos sobre a Lei Maria da Penha, a Lei da Importunação Sexual, a Parada Segura, porque é importante debater sobre violência de gênero, todo o histórico que tem por trás disso, é uma questão cultural que permeia a nossa sociedade e precisamos da ajuda destes motoristas”, explicou.

De acordo com a gerente de Recursos Humanos da Empresa Expresso Caribus Transportes, Geanini Araujo, é fundamental que o transporte coletivo seja um lugar seguro para todos, pois é um serviço essencial para o pleno funcionamento da sociedade. Ela destaca que com a capacitação, o colaborador que está trabalhando consegue perceber e agir quando acontecer um crime sexual. Ao todo, 60 profissionais participaram da capacitação.

“Temos um papel social importante no combate aos casos de assédio nos ônibus. Incluímos esse tema nos nossos treinamentos e acreditamos na importância desse trabalho. O assédio não pode ser tolerado”, pontuou.

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

LUCAS DO RIO VERDE
Policiais prendem homem armado após tentativa de invasão a motel em Lucas do Rio Verde
julho 24, 2021
Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde: desrespeito às interdições pode comprometer qualidade de asfalto
julho 24, 2021