16.6 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 30 julho, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTCorpo de Bombeiros e Sema iniciam construção de aceiros mecânicos no Parque...

Corpo de Bombeiros e Sema iniciam construção de aceiros mecânicos no Parque Encontro das Águas

Técnica consiste em retirar a vegetação com maquinários para a construção de linhas de defesa por onde as chamas não avançam em caso de incêndio
Por CenárioMT

O Corpo de Bombeiros Militares (CBM-MT) e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) iniciaram na última quarta-feira (16.06) a construção de aceiros na região do Parque Encontro das Águas, localizado no Pantanal mato-grossense, em Poconé (104 km distante de Cuiabá). As equipes técnicas avaliaram que esta modalidade, sem uso do fogo, era a mais adequada para aquela área.

As demarcações com maquinários pesados tiveram início por volta de 7h, quando ainda não há sol. As equipes retiram vegetação – que serve como combustível para o fogo – de locais estratégicos, e formam o que chamam de “linhas de defesa”, uma barreira natural por onde o fogo não passa. A ação aconteceu em parceria também com a Associação de Defesa do Pantanal (Adepan).

“O Corpo de Bombeiros está auxiliando a Sema na execução do plano de prevenção aos incêndios do Parque, na construção das linhas de defesa, que vai ajudar a mitigar os focos de calor, para que a gente possa combater de forma mais facilitada caso aconteçam os incêndios”, explica o comandante da Companhia de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais do BEA, 1° tenente Isaac Wihby.

O objetivo é proteger dos incêndios a região conhecida como “refúgio das onças”, localizada no coração do Pantanal, que foi castigado pelo fogo no ano anterior. O Parque Estadual Encontro das Águas é uma área de proteção integral de 108 mil hectares que abrange Poconé e Barão de Melgaço, gerida pela Sema-MT.

Os aceiros são demarcações para criar uma espécie de faixa ao longo das cercas, onde a vegetação é completamente eliminada da superfície do solo. A finalidade é prevenir a passagem do fogo para a área de vegetação, evitando queimadas e criando espaços para que os animais possam escapar das chamas.

A avaliação das condições climáticas, tendo em vista que algumas áreas do Parque ainda estão úmidas, foi determinante para a definição de que a modalidade de aceiro mecânico fosse a escolhida.

Conforme a superintendente de Mudanças Climáticas e Biodiversidade, Gabriela Priante, esta é uma ação contínua que vai continuar sendo feita no entorno do Parque. Os maquinários utilizados foram apreendidos de infratores flagrados em crimes ambientais.

Capacitação

Os aceiros mecânicos foram feitos por servidores que foram capacitados para a operação de pás carregadeiras, com o objetivo de somar esforços qualificados no enfrentamento ao fogo em períodos críticos, e na prevenção. Técnicos da Sema também fizeram parte da turma e adquiriram conhecimento que possibilita a remoção dos maquinários em caso de apreensão em crime ambiental.

Foram capacitados 25 servidores, entre Bombeiros Militares do Estado de Mato Grosso pertencentes ao Batalhão de Emergências Ambientais e sete comandos regionais, e analistas ambientais da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), entre os dias 3 e 5 de junho. O curso foi realizado em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR).

 

 

 

 

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Lucas do Rio Verde

VACINAÇÃO CONTRA COVID-19
“Vão ter que esclarecer no MP”, diz secretária sobre pessoas que tomaram dose extra de vacina em Lucas
julho 29, 2021
SAÚDE
Lucas do Rio Verde volta registrar óbito em decorrência da Covid-19
julho 29, 2021