30.9 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 23 novembro, 2020
Início MATO GROSSO Com melhora no quadro de saúde, Raoni deve retornar à aldeia em...

Com melhora no quadro de saúde, Raoni deve retornar à aldeia em MT nesse sábado após 10 dias internado

Por G1 MT

O Cacique Raoni Metuktire, de 89 anos, líder da etnia Kayapó, deve receber alta nesse sábado (25) após quase 10 dias internado. Novos exames laboratoriais realizados nesta sexta-feira (24) apontaram melhora no quadro de saúde dele.

De acordo o Hospital Dois Pinheiros, em Sinop, a 503 km de Cuiabá, onde o indígena está internado, o cacique está em um apartamento do hospital aguardando os procedimentos ambulatórios para a saída.

O sobrinho-neto de Raoni, Patxon Metuktire, disse que o líder indígena deve retornar direto para a aldeia Metuktire, onde mora com a família. Segundo ele, todos estão felizes para a volta do cacique.

O médico responsável pelo tratamento de Raoni, Douglas Yanai, afirmou nesta sexta-feira que o indígena passou a noite bem, sem febre, com a pressão arterial controlada e sem mais anormalidades.

“Ele já conversa de forma mais ativa com a equipe médica e manifesta sua ansiedade em voltar para o lar”, ressaltou.

Internação

Raoni Metuktire foi internado em um hospital de Colíder, no dia 16 após passar mal. Já no dia 18 ele foi transferido de avião para Sinop após complicações gastrointestinais e desidratação.

Segundo a direção do Instituto Raoni, o cacique apresentou um quadro depressivo após a morte da mulher dele, Bekwyjkà Metuktire, no dia 23 de junho, há um mês. Ela tinha diabetes e sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Na terça-feira (21) os médicos precisaram trocar a medicação do cacique para o tratamento da infecção intestinal.

Histórico

O líder indígena é reconhecido internacionalmente pela luta que articula pelos povos indígenas. Em 1989, ele teve um encontro histórico com o cantor Sting durante o I Encontro dos Povos Indígenas do Xingu, em Altamira (PA).

Os dois se reencontraram em 2009 na cidade de São Paulo para conversar sobre a construção da Usina de Belo Monte.

Em novembro de 2012, Raoni foi recebido pelo presidente da França, François Hollande, no Palácio do Eliseu. Na ocasião, o cacique pedia a preservação da Amazônia e dos povos que vivem na região.

No ano passado, Raoni foi chamado pelo presidente Jair Bolsonaro de “peça de manobra” usada por governos estrangeiros para “avançar seus interesses na Amazônia”.

A declaração ocorreu após o cacique se encontrar com o presidente da França, Emmanuel Macron, em busca de apoio para a defesa da Amazônia.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Polícia prende quadrilha especializada em furto de peças de caminhão

Uma equipe do 7ª Companhia de Jaciara (a 144 km de Cuiabá) prendeu na madrugada desta segunda-feira (23.11), três homens por furto e receptação. A...

PM salva mãe e filho e prende suspeito que tentou matar as vítimas no interior de MT

Policiais militares prenderam um homem de 33 anos por tentativa de feminicídio e lesão corporal, no último domingo (22), em Rosário Oeste. O suspeito...

Drogas tiradas e circulação e nove são detidos em Várzea Grande, Tangará da Serra, Sinop e Campo Verde

Policiais militares prenderam de sábado a manhã desta segunda-feira (21 a 23.11), nove pessoas, sendo uma mulher e oito homens por tráfico de droga. Em...

Dupla é pega quando furtava academia em Cuiabá

Policiais militares do 10º BPM prenderam na madrugada desta segunda-feira (23.11), um homem e uma mulher por furto, no bairro Consil, na capital. A denúncia...
Publicidade
x