20.9 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 15 junho, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTCentro de Assistência Psicossocial Adauto Botelho atende pacientes de todo Estado

Centro de Assistência Psicossocial Adauto Botelho atende pacientes de todo Estado

Centro de Assistência Psicossocial Adauto Botelho atende pacientes de todo Estado
Por REDAÇÃO CENÁRIOMT

O Centro Integrado de Assistência Psicossocial (CIAPS) Adauto Botelho é responsável por auxiliar no tratamento de distúrbios psicológicos e de dependência alcoólica e química de internos vindos de vários municípios de Mato Grosso. Atualmente o hospital atende 120 pacientes entre as seis unidades mantidas em Cuiabá.

Desde que foi inaugurado em 1957, o Centro já registrou 57 mil prontuários de internação e atendimento. A sede está localizada no bairro Coxipó, e assim como as outras unidades, conta com o trabalho de uma equipe multidisciplinar responsável pelos cuidados na saúde e oficinas terapêuticas, como parte do tratamento de homens, mulheres, crianças e adolescentes. Para o acompanhamento há médicos psiquiatras, nutricionista, fisioterapeutas, clínico geral e enfermeiros.

O encaminhamento para acolhimento do paciente é feito diretamente por unidades de saúde como Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Unidade Básica de Saúde (UBS) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A maior demanda de pacientes é de Cuiabá e Várzea Grande. O tempo de tratamento varia, pois depende da necessidade e evolução de cada pessoa. Além da medicação, as atividades do tratamento incluem a interação entre os pacientes, jogos educativos, reeducativos, pintura, desenvolvimento das funções neuromotoras e cognitivas (memória, atenção, psicomotricidade e percepção).

“Tanto a família como a sociedade podem ficar tranquilos, pois além de certeza de que os pacientes são bem tratados, o acesso aos pacientes não é limitado, ou seja os parentes podem visitá-los a qualquer hora do dia ou ligar para saber como estão. A participação da família é essencial desde o primeiro dia de atendimento”, destacou o superintendente do CIAPS, Gilmar Fonseca.

Mãe de uma das pacientes em tratamento, Maria de Lurdes Bezerra, 65, conta que a filha de 39 anos sofre de depressão pós-parto e precisou interná-la várias vezes, pois quando está longe do tratamento fica agressiva e chega a passar dias fora de casa. A dona de casa mora em Sinop e percorreu cerca de 500 quilômetros para visitá-la.

“Mãe nunca desiste de um filho e a única opção que tenho para que ela fique mais calma é esta. Desde que chegou, ela ficou 20 dias sem dormir e hoje finalmente dormiu, mas vejo que está se recuperando em um lugar seguro”, afirmou.

 

A estrutura física do CIAPS conta com 70 leitos para internação, sendo 16 de retaguarda (estabilização de crise), área administrativa, enfermaria, restaurante, lavanderia, farmácia, salão para corte de cabelo e barba, coleta de lixo e vigilância patrimonial. A parte médica, assistência social e administrativa é composta por mais de 300 funcionários.

Na farmácia são armazenados os medicamentos que são destinados para pacientes de todas as unidades. Cada posto recebe a medicação individualizada, separada por kits que indicam o horário que deve ser tomado.

O Centro Integrado de Assistência Psicossocial é mantido com recursos próprios do Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES). O prédio se encontra em reforma e todos os setores serão beneficiados com troca de parte elétrica, hidráulica, telhamento e pintura. Um Pronto Atendimento (PA) também será construído no local para dar mais agilidade nos serviços de urgência e emergência.

A implantação de uma ala anexa exclusivamente para mulheres está em fase de elaboração do projeto. A princípio terá 26 de leitos e será construída em parceria com o poder judiciário. Ao todo deve ser investido R$ 1 milhão.

 

CENTROS DE ATENDIMENTO

Unidade I

A Unidade I fica na Avenida Adalto Botelho, no Coxipó, e atende pessoas com transtornos psíquicos que precisam de cuidado intensivo em regime de internação. O atendimento é feito 24 horas.

Unidade II

A unidade II está situada na Penitenciária Central do Estado (PCE) e atende pessoas com transtorno mental sob medida de segurança. Atualmente a capacidade de atendimento é de 22 pessoas e funciona no período diurno.

Unidade III

A estrutura funciona no bairro Paiaguás, próximo ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran), com atendimento 24 horas. No local são atendidos pacientes a partir de 18 anos e que enfrentam o vício do consumo de álcool e drogas.

CAPS AD

Situado na Rua Edgar Vieira, no bairro Boa Esperança, a unidade oferece um serviço aberto e de caráter comunitário, tendo por finalidade o acolhimento de pessoas que fazem uso do crack, bebida alcoólica e outras drogas. São atendidas pessoas com idade a partir de 18 anos. O horário de funcionamento é de segunda à sexta, das 7h às 19h.

CAPS Infanto Juvenil

O tratamento é voltado para crianças e adolescentes, com transtornos mentais graves e persistentes. O prédio está localizado na Avenida Antônio Dorileo, no bairro Coophema e funciona de segunda à sexta-feira, das 6h às 18h.

Lar Doce Lar

Atende pessoas com deficiência física e mental com alto grau de dependência, necessitando de cuidados diários tutelados pelo Estado. Atualmente possui 17 internados e funciona 24 horas. A unidade fica localizada na Rua Professor Felix, bairro Lixeira.


Rebeca Moraeshttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT, escreve diariamente as principais notícias que movimentam o cotidiano das cidades de Mato Grosso.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

INFRAESTRUTURA
Lucas do Rio Verde: “Projeto vem dar mais dignidade aos nossos caminhoneiros”, diz Albieri
junho 15, 2021
Lucas do Rio Verde
Concurso cultural junino premiará poesias, fotos e desenhos em Lucas do Rio Verde
junho 14, 2021