31.3 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 21 outubro, 2020
Início MATO GROSSO Cenário no Pantanal é devastador dizem senadores em Mato Grosso

Cenário no Pantanal é devastador dizem senadores em Mato Grosso

A comissão vai enviar convites para que os ministros Ricardo Salles, Tereza Cristina e Rogério Marinho participem de uma audiência pública no colegiado para tratar do tema.
Por CenárioMT

Conforme o CenárioMT noticiou na manhã deste sábado, 19, uma comitiva de deputados e senadores visitaram o Pantanal mato-grossense.

Os parlamentares realizaram neste sábado (19) uma visita a Mato Grosso, estado que abriga parte do bioma. O grupo saiu de Cuiabá para Poconé, para uma visita a um espaço de acolhimento de animais atingidos pelo fogo, na Rodovia Transpantaneira. Lá, percorreram cerca de 40 quilômetros (km) da região afetada pelas queimadas. O grupo se reuniu com representantes de proprietários de fazendas e pousadas, de organizações não governamentais (ONGs) e cientistas.


-Continua depois da publicidade ©-

Durante os encontros, os senadores defenderam o Estatuto do Pantanal. “É uma legislação federal, específica para o bioma Pantanal, que possa nortear as legislações estaduais e municipais, tanto de Mato Grosso como de Mato Grosso do Sul para que com essa união possa produzir algo para que o Pantanal tenha seu desenvolvimento sustentável, para que a gente não tenha desequilíbrio, como está acontecendo hoje”, disse o presidente da comissão, senador Wellington Fagundes (PL-MT).

Cenário no Pantanal é devastador e desolador

Fagundes classificou como “devastador e desolador” o cenário visto pelo grupo frente à destruição da fauna e da flora pantaneira. “Hoje a situação do Pantanal é um estado de guerra. Brigadistas e voluntários estão trabalhando de forma sobre-humana por causa da falta de planejamento. Não nos calçamos através da ciência e da tecnologia para isso”, acrescentou, atribuindo o problema das queimadas à falta de planejamento do governo federal.

Paralelamente à diligência, outro grupo de senadores que integram a comissão realizou uma reunião remota hoje para discutir a situação. “Nós já saímos da comoção há muito tempo. Não é de hoje que vemos o Pantanal devastado. Mas nunca algo como o que estamos vendo neste momento. O meio ambiente grita por socorro. Nós estamos indignados de estarmos vivendo este momento sem suporte necessário para a prevenção. É tempo de ação e o recado é que esta comissão não vai terminar sem dar uma palavra propositiva”, disse a senadora Simone Tebet (MDB-MS).

A comissão criada esta semana vai enviar convites para que os ministros Ricardo Salles (Meio Ambiente), Tereza Cristina (Agricultura) e Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) participem de uma audiência pública no colegiado para tratar do tema.

A ideia é que sejam ouvidos, na mesma mesa, o homem pantaneiro, um representante da comunidade indígena, ambientalistas e representantes do agronegócio, da agroindústria “Não adianta dialogarmos com os iguais”, ponderou Tebet.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Caixa paga hoje (21) auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários

A Caixa paga hoje (21) auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários. Entre os beneficiários estão 3,6 milhões de brasileiros nascidos em agosto, que recebem R$...

Confiança da indústria atinge maior nível em nove anos

O Índice de Confiança da Indústria brasileira teve uma alta de 4 pontos na prévia de outubro, na comparação com o número consolidado de...

Homem tira o cinto de segurança e morre após acidente de carro em Mato Grosso

Um homem morreu e a família dele ficou ferida após um acidente na última segunda-feira (19). O fato ocorreu na MT-010 em São José...

Ação conjunta entre PRF e PF resulta na apreensão de maconha em Rondonópolis

A Polícia Rodoviária Federal com apoio de agentes da Polícia Federal, durante fiscalização preventiva, na BR-364, em Rondonópolis-MT, fez apreensão de 7,1 kg de...