20.5 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 29 janeiro, 2022
Publicidade
InícioMATO GROSSOAutor de feminicídio não aceitava fim do relacionamento e antes do crime,...

Autor de feminicídio não aceitava fim do relacionamento e antes do crime, já havia descumprido medida protetiva

Por CenárioMT

Liliane Barbosa da Silva tinha apenas 27 anos e foi vítima do primeiro feminicídio registrado neste ano no estado, pela Polícia Civil. Natural do Pará, ela foi morta a golpes de arma cortante pelo ex-namorado, de 23 anos, no início da madrugada do dia 5 de janeiro, quarta-feira, em Colíder, no norte de Mato Grosso.

Liliane havia solicitado medida protetiva contra o autor do crime e em 20 de dezembro, ele chegou a ser preso por descumprir a determinação judicial de se manter afastado da vítima.

A Polícia Civil apurou que no final da noite do dia 4 de janeiro, por volta das 23h30, o ex-namorado de Liliane pulou o muro da residência onde ela morava com um casal de filhos, arrombou a porta da casa e mandou a vítima ficar em silêncio. Ela chegou a pedir que ele não fizesse nada à filha pequena. Ele então atacou a vítima com golpes de faca e depois fugiu do local. O filho dela, de sete anos, saiu gritando por ajuda.

A autor do crime foi preso em flagrante pela equipe da Delegacia de Colíder, horas após cometer o homicídio. Ele chegou ensanguentado à casa do pai e disse que havia ‘acabado com a vida de Liliane’. Diante disso, os pais dele acionaram a polícia e logo em seguida, os investigadores o localizaram no pasto, aos fundos de uma propriedade rural, deitado em uma rede. Quando foi abordado, ele disse que estava esperando o dia clarear para se entregar.

Ao ser preso, ele tentou resistir ao ser levado à viatura. Em interrogatório na Delegacia de Colíder, permaneceu em silêncio.

O delegado Antenor Junior Pimentel representou à Justiça pela conversão do  flagrante em prisão preventiva.

Não aceitava fim do relacionamento

Material coletado pela equipe de investigação durante a apuração indica o cenário de violência doméstica e alguns fatos ocorridos antes do crime, demonstrando que o autor do homicídio não aceitava o fim do relacionamento e insistia em retomar o namoro com Liliane. A vítima, inclusive, já havia manifestado a vontade de se mudar da cidade diante dos fatos ocorridos anteriormente.

Em setembro do ano passado, ele foi preso em flagrante após invadir a casa de Liliane e foi indiciado em inquérito instaurado na Delegacia de Colíder pelos crimes de perseguição, violação de domicílio, lesão corporal e ameaça, todos no âmbito da violência doméstica. No dia 20 de dezembro passado, foi novamente preso após descumprimento da medida protetiva concedida pela Justiça à vítima.

Com Polícia Civil

João Ricardohttps://www.cenariomt.com.br
Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do CenárioMT produzindo conteúdo sobre a região norte de Mato Grosso.
Publicidade

Publicidade

Redes sociais

107,407FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,126SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Fim de semana chuvoso
Bastante pancadas de chuvas em MT: Lucas do Rio Verde e Sorriso estão na faixa amarela
janeiro 28, 2022
POLÍCIA
Ladrão rouba mercado em Lucas do Rio Verde; vídeo
janeiro 28, 2022
ATUALIZAÇÃO
Número de casos positivos de Covid-19 segue alto em Lucas do Rio Verde: 430 novos casos em 24 horas
janeiro 28, 2022
Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde não terá eventos de Carnaval
janeiro 28, 2022