Artista plástico de MT pinta fachada de escritório com a frase ‘vidas negras importam’ em Cuiabá

0
Foto: Divulgação

O artista plástico mato-grossense Gervane de Paula pintou a fachada de seu escritório, em Cuiabá, com a frase “Vidas negras importam” e chamou a atenção de quem passou pelo local.

Gervano começou a pintar em 1976, frequentando o Ateliê Livre da Fundação Cultural de Mato Grosso. Escritor de poucas palavras, crítico social e humor refinado, Gervane de Paula é um dos mais conhecidos artistas plásticos de Mato Grosso.


-Continua depois da publicidade ©-

Gervane de Paula é brasileiro e nasceu em Cuiabá. Integrou a “Geração 80”, movimento artístico brasileiro de grande relevância nas artes plásticas e, desde então, vem participando de mostras individuais e coletivas em museus do Brasil e do exterior.

Sua obra tem sua natureza na cultura de massa, popular e religiosa, e trata do realismo social falando sobre as várias formas de violência urbana, partindo do cenário local para retratar o mundo em que vive. Sua produção está situada entre a pintura, desenho, objeto e instalação, utilizando diversos suportes e materiais.

A polêmica que tem tomado conta da sociedade mundial teve início com a morte de George Floyd, 46 anos, sufocado pela polícia de Minneapolis, quando teve início protestos que se espalharam por diversas cidades dos Estados Unidos e de todo o mundo.

Segundo o informativo “Desigualdades Sociais por Cor ou Raça no Brasil”, divulgado pelo IBGE em 2019, dos 13,5 milhões de brasileiros vivendo em situação de extrema pobreza, 75% são negros.

A quarta edição do Boletim de Análise Político-Institucional do Ipea, também lançado em 2019, afirma que a cada três pessoas assassinadas no Brasil, duas são negras. A possibilidade de um adolescente negro ser vítima de homicídio é 3,7 vezes superior à de um adolescente branco. Eles são a maioria dos agredidos por policiais e seguranças (6,5% de negros contra 3,7% de brancos). Ser mulher negra é ainda mais arriscado. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elas foram 61% das vítimas de feminicídio em 2018.

Começou a pintar em 1976, frequentando o Ateliê Livre da Fundação Cultural de Mato Grosso. Escritor de poucas palavras, crítico social e humor refinado,Gervane de Paula, um dos mais conhecidos artistas plásticos de Mato Grosso.

Gervane de Paula é brasileiro e nasceu em Cuiabá, capital do estado de Mato Grosso, localizado na região centro-oeste do país, precisamente no centro geodésico da América do Sul, onde reside e trabalha desde 1977. Integrou a “Geração 80”, movimento artístico brasileiro de grande relevância nas artes plásticas, e desde então vem participando de mostras individuais e coletivas em museus do Brasil e do exterior. Sua obra tem sua natureza na cultura de massa, popular e religiosa, e trata do realismo social falando sobre as várias formas de violência urbana, partindo do cenário local para retratar o mundo em que vive. Sua produção está situada entre a pintura, desenho, objeto e instalação, utilizando diversos suportes e materiais.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (23/09/2020)


Amazonia 03 de Junho