23.9 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 14 abril, 2021
InícioCENÁRIO AGROAgricultores de Pedra Preta realizam primeira entrega de produtos; produção será doada

Agricultores de Pedra Preta realizam primeira entrega de produtos; produção será doada

Foram distribuídas 100 cestas básicas em forma de doação às famílias e entidades em situação de vulnerabilidade social
Por CenárioMT

Agricultores familiares do município de Pedra Preta (238 km de Cuiabá) cadastrados no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra com Doação Simultânea, realizaram a primeira entrega do ano, em torno de uma tonelada de produtos alimentícios. A extensionista social da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Rosangela Delfina de Barros, fala que serão seis entregas e cada produtor poderá comercializar até R$ 6,5 mil por ano.

Foram distribuídas 100 cestas básicas em forma de doação às famílias e entidades em situação de vulnerabilidade social. Os produtos contidos na cesta são oriundos da agricultura familiar, tais como mandioca, abóbora, abobrinha verde, couve manteiga, alface, cheiro verde, quiabo, feijão catador e outros. “Essa ação só foi possível com a realização do mutirão que contou com o trabalho e a cooperação dos técnicos da Empaer, Secretaria de Agricultura e Ação Social”, esclarece Rosangela.

Com recursos do Ministério da Cidadania na ordem de R$ 3.795,000, o programa está atendendo 35 municípios classificados em situação de vulnerabilidade. O Governo do Estado, a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf) e a Empaer, em parceria com as Prefeituras Municipais, são responsáveis pela execução dessa etapa do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os recursos fazem parte do pacote de ações determinado pelo Governo Federal para minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19 na agricultura familiar.

No município foram cadastrados 14 agricultores e por enquanto, apenas nove receberam o cartão do Ministério  para participar do programa. A entrega das cestas será realizada uma vez por mês, durante seis meses, encerrando-se no mês de julho. O município possui 12 assentamentos rurais e 646 produtores rurais. Rosangela calcula que 30% dos agricultores podem participar do programa que chega como um incentivo e até uma forma de sobrevivência de muitos no campo.

Foram cadastrados 14 agricultores e por enquanto, apenas nove receberam o cartão do Ministério para participar do programa

A extensionista social da Empaer, Iêda Lopes Santos, responsável pela divulgação das políticas públicas para os técnicos, esclarece que o Programa tem o objetivo de fortalecer a agricultura familiar, com o aquecimento na venda dos produtos, e garantir o enfrentamento de situações de insegurança alimentar e nutricional com o atendimento sem fins lucrativos. “As propostas foram encerradas e a expectativa é de que ainda este ano sejam liberados novos recursos para atender mais agricultores familiares”, comenta.

Estão participando dessa etapa do Programa as propostas de fornecimento de alimentos das agricultoras familiares (mulheres), quilombolas, indígenas, agroextrativistas, pescadores artesanais e demais Povos e Comunidades Tradicionais, atingidos por barragens, assentados da reforma agrária, beneficiários do Terra Brasil – Programa Nacional de Crédito Fundiário, produtores pertencentes ao grupo “B” do PRONAF, aqueles com inscrição no CadÚnico, vinculados a cooperativas ou associações e, ainda, aqueles que tenham produção orgânica e/ou agroecológica para fornecer.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGURANÇA
Davi Paré reassume presidência do Conselho de Segurança de Lucas do Rio Verde
abril 14, 2021
PREMIADOS
Luverdense sorteia TV’s e prêmios em dinheiro a torcedores que compraram camisetas do clube
abril 14, 2021