Projeto Gol do Brasil desembarca na cidade de Recife

0
Créditos: Marlon Costa

Recife é a primeira capital do Nordeste a receber o Projeto Gol do Brasil. O programa beneficiará 240 crianças em territórios de vulnerabilidade

O projeto Gol do Brasil, parte do CBF Social, foi lançado nesta terça-feira (12), na cidade do Recife, em Pernambuco. O trabalho realizado pela CBF, em parceria com a Federação Pernambucana de Futebol e a prefeitura do Recife  desembarcou na capital para estabelecer a primeira edição do programa no Nordeste. Por meio da capacitação de professores, treinamentos, seminários e aulas para crianças e adolescentes, o objetivo é formar cidadãos que sejam craques dentro e fora de campo.

– São 240 crianças em áreas vulneráveis. O projeto é uma grande oportunidade para ocupar o tempo delas e tirá-las da rua. Ficamos muito felizes em ter a confiança da CBF e trazer essa oportunidade única para o Recife. Parabenizo a CBF, a Federação e a prefeitura por abraçar a ideia – disse o Vereador, Romero Jatobá.

 

O Gol do Brasil tem como pilar as dez habilidades para a vida, estabelecidas pela ONU: autoconhecimento, resolução de problemas, tomada de decisão, pensamento criativo, relacionamento interpessoal, comunicação eficaz, empatia, lidar com sentimentos, lidar com estresse e pensamento crítico. Para Yane Marques, Secretária Executiva de Esportes do Recife, as consequências são extremamente positivas.

– Podemos descobrir um talento, garimpar um atleta, mas principalmente, educar pelo esporte, disciplinar e dar oportunidades. E isso tudo através do futebol, que é a paixão dessa molecada. Não tem como fugir dessa realidade. Essa parte de cunho social da CBF é um olhar para o esporte com o intuito de transformar a sociedade, e isso é fundamental – pontuou a ex-atleta.

O trabalho do CBF Social foi premiado pela FIFA e é referência mundial no assunto. O projeto Gol do Brasil terá a duração de 12 meses na capital e pode ser renovado. Para o presidente da Federação Pernambucana, resgatar esses jovens, é também projetar uma vida nova para suas famílias e comunidade.

– As expectativas são as maiores e o melhores possíveis. Primeiro, pela tradição de Pernambuco de revelar jogadores. Segundo, pela necessidade da economia, da situação social, das comunidades carentes. Terceiro, por ter a marca da CBF. O conceito do Presidente Rogério e de Walter Feldman (secretário Geral da CBF) em entenderem que é necessário investir no social é fundamental. O sentimento é de esperança que possamos efetivamente transformar esse investimento em resultados positivos para as pessoas que mais necessitam – completou Evandro Carvalho, Presidente da FPF.

As atividades do Gol do Brasil na capital pernambucana continuam. Nesta quarta (13) e quinta-feira (14), educadores físicos terão aulas de capacitação na sede da FPF e atividades práticas em campo. Quarenta profissionais receberam o certificado de ensino da metodologia desenvolvida pela CBF e pela FIFA, e então quatro deles serão selecionados para comporem a equipe do projeto em Recife.

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (12/08/2020)


Amazonia 03 de Junho