Paul George dá show, e Clippers atropelam os Pelicans com recorde de bolas de 3 da franquia

0

Los Angeles Clippers e New Orleans Pelicans vinham de derrotas em suas estreias no complexo da Disney, na Flórida. Se o time da Louisiana nem podia pensar em perder, o da Califórnia estava ávido por tirar o gosto amargo de uma derrota para um rival tradicional na última quinta-feira. Pois Kawhi Leonard, Paul George e os Clippers não deram qualquer chance aos Pelicans. Surra de bolas de três, recorde e vitória fácil, 126 a 103.

Kawhi e Paul George foram natualmente os destaques individuais, com 24 a 28 pontos respectivamente. George, aliás, converteu nada menos que 8 bolas de três com 72% de aproveitamento. Mas o grande protagonista da noite foi o jogo avassalador dos Clippers no perímetro, conseguindo 25 bolas de três (53%), novo recorde da franquia.
O New Orleans cometeu muitos desperdícios de bola (17 contra 9 do rival), penou nas finalizações perto da cesta, teve a linha de passe quebrada em vários momentos e pagou o preço com uma derrota acachapante. No time da Louisiana, o melhor em quadra foi Brandon Ingram, com 14 pontos. Zion Williamson, que contra os Lakers jogou apenas 15 minutos, obviamente foi limitado outra vez: apenas 14 minutos para 7 pontos e 5 rebotes.

O jogo

1º Quarto – Clippers são avassaladores nas bolas de três
Um início de jogo avassalador para os Clippers graças a Paul George. O ala pisou em quadra inspirado e converteu, logo de cara, três bolas de 3. Não bastasse George, em seguida foi Kawhi Leonard que apareceu com a mão quente. Os Clippers começavam com um aproveitamento 6 em 6 nas bolas de 3 e deixavam os Pelicans em situação ruim.

Afiado nas bolas de 3, Lonzo Ball se destacava pelos Pelicans, mas o time errava muito e pagava o preço: não conseguia reduzir a vantagem dos Clippers, tirá-la da casa de dígitos duplos. Até mesmo o experiente JJ Redick teve dificuldades de converter arremessos livre, e assim LA venceu o quarto por 37 a 25.

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (08/08/2020)


Amazonia 03 de Junho