35.1 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 22 outubro, 2020
Início ESPORTES Governo paulista libera clubes para exames e avaliação fisica

Governo paulista libera clubes para exames e avaliação fisica

Treinamento propriamente dito somente a partir de 1ª de julho
Por Lincoln Chaves - Repórter da TV Brasil e Rádio Nacional - São Paulo
O coordenador do Centro de Contingência do Coronavírus em São Paulo, Carlos Carvalho, anunciou nesta sexta-feira (19) que os clubes da primeira divisão (Série A1) do Campeonato Paulista estão autorizados a realizar os exames de covid-19 em atletas, comissão técnica e demais envolvidos nas atividades, a partir da próxima  segunda-feira (22). Foi liberado também um trabalho individualizado de preparação física dos jogadores, visando a retomada dos treinamentos, permitida de 1º de julho em diante.

 

“Ocorreu uma discussão, por parte da Federação Paulista de Futebol (FPF), com os clubes, departamentos médicos e o Comitê de Saúde do Centro de Contingência. Eles apresentaram um aprimoramento do protocolo, que incluía uma solicitação para, entre 22 e 30 de julho, serem iniciados os testes de pesquisa PCR [que verifica se o vírus está presente no indivíduo] e de sorologia [identifica se quem já teve contato com o vírus desenvolveu proteção anticorpos]”, explicou Carvalho, em entrevista coletiva. “Os testes são fundamentais para a fisiologia dos clubes preparar o condicionamento físico dos atletas”, completou.

Federação e agremiações também apresentaram projeto de avaliação individualizada dos jogadores, parados há cerca de três meses desde que a pandemia do novo coronavírus (covid-19) forçou a interrupção do Paulistão e dos treinamentos. “Eles solicitaram e, obviamente, pode ser feito, pois será de maneira isolada”, disse o coordenador.

O anúncio flexibiliza a determinação da última quarta-feira (17), que só permitia a retomada de qualquer atividade destes clubes em 1º de julho. A decisão não havia agradado a FPF e as equipes, que consideraram a data de retorno “distante”. Uma videoconferência entre a entidade e dirigentes dos 16 times da primeira divisão estava prevista para ontem (18), mas foi adiada. Em nota oficial , a explicou que a mudança de data foi necessária “para que haja tempo hábil de análise técnica do Protocolo de Segurança definido pelo Governo do Estado”.

Antes da decisão de hoje (19) do governo paulista, alguns clubes já haviam se antecipado, pelo menos, quanto à realização de exames. Na própria quarta-feira (17), o Guarani informou, em nota, que estava na segunda bateria de testes com o elenco, comissão técnica e funcionários e “todos confirmaram a negatividade da primeira”. Ontem (18), o Santos comunicou que faria testes a partir desta sexta (19), de forma escalonada, em uma estrutura no Centro de Treinamento Rei Pelé, “para ganhar tempo na retomada das atividades”. Já na Ponte Preta, o presidente Sebastião Arcanjo revelou, segundo o site oficial da Macaca, a intenção de começar os exames de covid-19 “provavelmente em 26 e 27 de junho para que, com os resultados prontos, aqueles que estiverem aptos possam retornar no dia 1º de julho”.

Retorno gradual

O documento elaborado em conjunto pela FPF e clubes, analisado pelo governo paulista, estabelece medidas como higienização e desinfecção dos locais de treinamento, testes em todos os envolvidos nos trabalhos e uso obrigatório de máscara – exceto para os atletas em atividade física. O protocolo determina o retorno com treinos individualizados ao ar livre e que os profissionais tenham equipamentos de hidratação próprios, adotando uma rotina “casa-treino-casa” e mantendo isolamento social.

O estado de São Paulo está desde 24 de março em quarentena. Na última quarta-feira (10), o período foi prolongado até o próximo dia 28 de junho. No início deste mês, o governo paulista colocou em prática um protocolo para reabertura de atividades em cinco fases, chamado “Plano São Paulo”. Quanto mais avançada a etapa, maior a flexibilização liberada. Esse plano é revisto a cada duas semanas. A determinação é que os clubes, cujas cidades estejam na primeira fase (que só autoriza atividades essenciais) em 1º de julho, não poderão iniciar os treinos nesses municípios, podendo fazê-lo em outro local que se encontre em etapa mais avançada.

As equipes do Estado estão sem ir a campo desde 16 de março, quando o Guarani venceu a Ponte Preta por 3 a 2, em Campinas (SP), pelo Paulistão. O jogo teve portões fechados, assim como ocorrerá quando a competição for retomada, como medida preventiva contra a disseminação da covid-19. O torneio foi paralisado na 10ª rodada, faltando duas para o término da primeira fase. A previsão inicial é de que a bola só volte a rolar pelo Estadual a partir de agosto.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

BR-163: Operação Clima Tempo chama atenção para primeiras chuvas na rodovia

Em casos de pista molhada, os riscos de acidentes aumentam e o cuidado na direção deve ser redobrado As primeiras chuvas começam a ser registradas...

Outubro Rosa; Escola Técnica de Sinop promove ações para informar sobre prevenção e tratamento

A Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) têm realizado diversas atividades para fomentar as informações sobre a prevenção e tratamento dos cânceres de mama...

Policiais encontram duas crianças sozinhas em casa; pai e a mãe são usuários de droga

Uma equipe do 18º BPM de Pontes e Lacerda (a 448 km de Cuiabá) encontrou na madrugada desta quarta-feira (21.10), duas crianças de dois...

Suspeito ameaça matar a esposa é preso pela Polícia

Nesta quinta-feira (22) a Polícia Militar prendeu um homem de 39 anos por fazer ameaças de morte à esposa, em Cuiabá. Para tentar escapar da...