Com a Seleção, Luciana reencontra torcedor que a homenageou com tatuagem

0

A goleira foi uma das novidades na lista de Pia Sundhage para os jogos diante do México. No Prêmio Brasileirão 2019, Luciana foi escolhida a melhor na posição

Em 2019, Luciana ficou marcada por ser uma das heroínas da Ferroviária na conquista do bicampeonato inédito do Brasileiro Feminino A-1. Eternizada na história do clube, a goleira ganhou fora dos gramados uma simbólica nova “marca”, desta vez, na pele de um torcedor. Apaixonado pela camisa grená, Rafael Zocco, de 32 anos, foi o responsável por tamanha homenagem.

Há duas semanas, o jornalista eternizou a conquista do Brasileiro Feminino A-1 com uma tatuagem de Luciana segurando o troféu do título. A explicação pela escolha da goleira é simples, ela foi uma das peças fundamentais para o bicampeonato histórico.

– Eu queria fazer uma tatuagem da Ferroviária e eu acabei escolhendo a “Lu” por tudo que ela representa no clube e para a cidade de Araraquara, também pelas conquistas que ela teve com a camisa da Ferroviária. Esse último título no Brasileiro acabou representando muito, aumentou o meu desejo de fazer uma tatuagem e acabei escolhendo ela – conta Rafael.

 

A trajetória de Luciana com a camisa grená faz jus a homenagem. São cinco anos (2013/2014 e 2017/2019) atuando na Ferroviária e dois títulos brasileiros conquistados, em 2014 e 2019. Neste ano, a equipe também foi vice-campeã da Copa Libertadores da América.

– É muita emoção ver de novo, é a segunda vez que estou vendo a tatuagem e é gratificante ver que significo muito para ele. É uma honra estar aqui também na Arena da Fonte podendo fazer um amistoso vestindo a camisa que eu também tanto amo, que é a da Seleção – conta Luciana.

Heroína do título no BR Feminino A-1, Luciana é homenageada por torcedor com tatuagem
Heroína do título no BR Feminino A-1, Luciana é homenageada por torcedor com tatuagem
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

A goleira foi uma das novidades na lista da técnica Pia Sundhage para os jogos preparatórios diante do México. No Prêmio Brasileirão 2019, Luciana foi escolhida como a melhor goleira da temporada. A última convocação para defender o Brasil foi em fevereiro deste ano para a disputa do Torneio She Believes, nos Estados Unidos. Com a Seleção, Luciana participou da Copa do Mundo do Canadá 2015 e dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015.

Leia também: Previsões para o horóscopo do dia de hoje (11/08/2020)


Amazonia 03 de Junho