32.8 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 29 novembro, 2020
Início ESPORTES Chapecoense goleia a Ponte Preta fora de casa e assume a liderança...

Chapecoense goleia a Ponte Preta fora de casa e assume a liderança da Série B

Além da vitória da Chape por 5 a 0, outras cinco partidas foram realizadas na abertura da 17ª rodada; veja os resultados
Por CenárioMT com inf. CBF

Na abertura da 17ª rodada da Série B, seis partidas movimentaram a terça-feira (20) e proporcionaram muitos gols aos torcedores. A Chapecoense foi o grande destaque do dia ao golear a Ponte Preta por 5 a 0 fora de casa e assumir a liderança da competição. Além da equipe de Santa Catarina, América-MG, Cruzeiro, CSA, Juventude e Náutico também venceram. Veja como foram os jogos:

Ponte Preta 0 x 5 Chapecoense

Em partida de dois times do G-4 realizada no Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), a Chape goleou por 5 a 0 e chegou à liderança da competição. O time catarinense começou em cima e abriu o placar aos seis minutos com Paulinho Moccelin, que pegou rebote de Ivan em chute de Anselmo Ramon para dar um peixinho e balançar a rede. A Macaca tentou responder em finalizações de Apodi e Dawhan, mas não fez o goleiro trabalhar. O Verdão do Oeste não perdoou e ampliou o marcador em falta aos 25: na cobrança em dois toques, Busanello soltou uma pancada rasteira e marcou. A partir daí, a equipe visitante controlou o jogo até o intervalo.

A Macaca voltou em cima e quase abriu o placar no primeiro lance da etapa final, mas João Ricardo defendeu chute de Moisés. Em seguida, os catarinenses ameaçaram em duas jogadas com Busanello e Moccelin, levando perigo a Ivan. Aos 23, a Chape puxou contra-ataque rápido e Lucas Tocantins foi derrubado na área: pênalti. Na cobrança, Anselmo Ramon bateu muito bem e aumentou a conta. Aos 29, Aylon cruzou e Alisson foi infeliz ao marcar contra, fazendo 4 a 0. Ainda sobrou tempo para Lucas Tocantins receber bola em velocidade, tocar na saída do arqueiro e fazer o quinto, aos 43.

A vitória coloca a Chapecoense com 33 pontos, um a mais que o vice-líder Cuiabá. A Ponte Preta permanece na quarta colocação, com 27.

Juventude 3 x 0 Avaí

Jogando em casa, o Juventude foi melhor e venceu o Avaí por 3 a 0. A partida começou lá e cá no Alfredo Jaconi. O Leão teve a primeira chance com Pedro Castro, aos cinco minutos, em chute à direita do gol. O clube de Caxias do Sul respondeu com uma pancada de Gabriel Bispo, obrigando o goleiro Glédson a mandar para escanteio. Na sequência do lance, Dalberto encobriu o arqueiro de cabeça, mas Alan Costa tirou em cima da linha. Aos 20, o Papo ameaçou novamente com Breno Lopes, mas o camisa 83 do Leão espalmou. Porém, o mesmo Breno colocou o time gaúcho na frente aos 36, com uma arrancada fulminante desde o campo de defesa que só parou com a bola na rede.

No segundo tempo, o clube visitante até começou com boa chance de Getúlio, que parou em Marcelo Carné. Porém, no contra-ataque, Breno Lopes arrancou outra vez para tocar por baixo do goleiro e fazer 2 a 0, aos nove minutos. Aos 14, Dalberto saiu livre na direita, ajeitou e bateu cruzado para ampliar. A partir daí, o time catarinense tentou ocupar o campo ofensivo e teve algumas boas chances para diminuir, embora também tenha levado sustos atrás. No entanto, o jogo acabou mesmo 3 a 0. A vitória coloca o Juventude mais perto do G-4 – a equipe continua na quinta colocação, com 27 pontos. O Avaí permanece nos 23 e ocupa a oitava posição.

Operário-PR 0 x 1 Cruzeiro

Luiz Felipe Scolari estreou no comando da Raposa com vitória por 1 a 0 contra o Operário-PR, em jogo realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR). A partida começou bem estudada, com o Cruzeiro levemente superior. Arthur Caíke teve oportunidade de finalizar com perigo aos 15 minutos, mas foi travado no último instante; na sequência, o Fantasma respondeu com Leandro Vilela, mas a bola saiu. Na metade final do primeiro tempo, os dois times pouco ameaçaram e foram para o intervalo sem marcar.

O segundo tempo começou com o Cruzeiro dando as cartas: primeiro com Marquinhos Gabriel em cobrança de falta; depois, com Arthur Caíke testando o arqueiro do Fantasma em boa cabeçada. O Operário também ameaçou com o zagueiro Bonfim em bola alçada na área, mas o remate foi sem direção. Porém, já aos 39, o placar finalmente foi alterado: Arthur Caíke recebeu de Airton na esquerda, dominou e fez 1 a 0 para a Raposa. Nos acréscimos, nova oportunidade para Bonfim na área, mas Fábio defendeu de forma espetacular. No último lance, Lucas Batatinha saiu na cara do gol, mas pegou torto e o chute foi para fora, garantindo o resultado. Os mineiros ganharam duas posições com o triunfo, mas ainda seguem na zona de rebaixamento. Agora, a equipe ocupa o 17º lugar, com 16 pontos. Os paranaenses têm 22 e estão na décima posição.

CSA 1 x 0 Botafogo-SP

No estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o CSA conseguiu um importante triunfo por 1 a 0 contra o Botafogo-SP. O time alagoano tentou começar em cima, mas não pressionou tanto. A chegada de Diego Renan aos 18 minutos, que obrigou o goleiro Darley a voar para espalmar, foi a primeira de perigo da partida. Aos 33, a Pantera ameaçou com Rafinha, em finalização no travessão dos alagoanos. No lance seguinte, Pedro Júnior respondeu com chute forte; porém, o arqueiro do time paulista agiu mais uma vez, na última jogada importante da etapa inicial.

O segundo tempo foi equilibrado, com pouca inspiração. Aos 26, o Tricolor ameaçou com Rafinha, mas Matheus Mendes pegou. O jogo seguiu sem muita emoção até os 38 minutos, quando Norberto aproveitou passe errado da zaga e pegou na veia, no quique da bola, para abrir o placar para o CSA. O time visitante ainda tentou pressionar e chegou a acertar a trave em cabeceio de Rafinha, sempre ele, aos 49. Porém, os alagoanos saíram com a vitória. O resultado fez o Azulão do Mutange disparar na tabela: agora, a equipe é a sétima colocada, com 23 pontos. O Botafogo-SP, no entanto, segue na zona de rebaixamento, com apenas 14 pontos e ocupando a 19ª posição na classificação.

Oeste-SP 0 x 1 Náutico

Mesmo jogando fora de casa, o Náutico conseguiu vencer o Oeste-SP por 1 a 0. O jogo começou devagar na Arena Barueri, com o Timbu controlando as ações, mas sem conseguir ameaçar o gol do Rubrão. Os paulistas tiveram chance com Matheus Rocha em cobrança de falta, mas Jefferson espalmou. Daí em diante, os visitantes continuaram com um pouco mais de volume, mas os dois times foram zerados para o intervalo.

Na etapa final, o panorama se manteve até os 20 minutos, quando a equipe de pernambuco chegou com perigo e aproveitou. Kieza recebeu na grande área, ajeitou e bateu na saída do goleiro Caíque França para abrir o placar. O Alvirrubro seguiu apertando e teve boas chances com Jorge Henrique, em cobrança de falta e em escanteio que quase virou gol olímpico. A partir daí, o time paulista tentou chegar ao empate, mas pouco finalizou e amargou mais uma derrota. Com o resultado, o Timbu abre dois pontos do Z-4 e agora é o 15º, com 18. O Oeste segue na lanterna da competição, com apenas sete.

América-MG 3 x 1 Brasil-RS

No Independência, em Belo Horizonte (MG), o América-MG encostou nos líderes ao vencer o Brasil-RS por 3 a 1. O time da casa começou a partida sendo mais incisivo no ataque, mas foi o Xavante quem abriu o placar: aos 28, Bruno José ajeitou na ponta direita e soltou uma bomba, que raspou na trave antes de entrar. A equipe gaúcha ainda viu Gabriel Poveda carimbar o poste pouco depois. O Coelho teve pênalti a favor marcado aos 34, após toque de mão de João Ananias. Na cobrança, Léo Passos bateu no canto esquerdo e empatou. Já nos acréscimos, aos 46, Ademir recebeu na entrada da área e chutou no ângulo para colocar os mineiros à frente no marcador.

O segundo tempo foi mais estudado, apesar do maior volume do América. Bruno José teve oportunidade de empatar para a equipe de Pelotas, mas a bola passou ao lado da trave. A resposta imediata do Coelho saiu de Rodrigo Ferreira, que obrigou o arqueiro a pegar e contar com o travessão para evitar o terceiro dos mineiros. Os gaúchos ainda assustaram com Héverton, que cabeceou por cima do gol em falta alçada na área. Porém, os donos da casa liquidaram a partida aos 49, quando Ademir ganhou da zaga em disputa embolada com defensor e goleiro para marcar. Com o resultado, o time mineiro chega aos 32 pontos e ocupa a terceira posição. Por sua vez, o Brasil-RS está na 14ª colocação, com 19.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Acidente grave interrompe GP do Bahrein de Fórmula 1

Um grave acidente envolvendo o piloto francês Romain Grosjean, da Haas e o russo Daniil Kvyat, da AplhaTauri interrompeu o GP do Bahrein de Fórmula...

Equipe do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso vence competição de natação

A equipe de atletas militares do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso (CBM-MT) venceu a prova de natação da Maratona Aquática de nado livre...

Governo será cada vez mais rigoroso com os infratores ambientais

Ser eficiente para permitir que o cidadão trabalhe na legalidade, atuar fortemente no combate às infrações ambientais e facilitar o acesso do cidadão ao...

Mato Grosso tem sete dos municípios com maior dinamismo no mercado de trabalho do país

Mato Grosso tem sete municípios na lista dos 100 com maior dinamismo no mercado de trabalho do país. O levantamento foi realizado pela Confederação...
Publicidade
x