20.7 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 19 janeiro, 2022
Publicidade
InícioESPORTESAtletismo conquista cinco medalhas no primeiro dia da modalidade em Cali

Atletismo conquista cinco medalhas no primeiro dia da modalidade em Cali

Por Redação com Inf. COB

O atletismo teve o seu primeiro dia de competições nesta terça-feira, 30, na primeira edição dos Jogos Pan-Americanos Júnior Cali, que está sendo disputado no Estádio Pascual Guerrero, na Colômbia. O Brasil conquistou cinco medalhas, sendo uma de ouro, duas de prata e duas de bronze. A competição de atletismo no evento é sub-23.

O Brasil fez dobradinha logo na primeira final na prova do lançamento do dardo. Pedro Henrique Nunes Rodrigues (Endurance-AM) levou o ouro, com 74,41 m, enquanto Luiz Maurício Dias da Silva (UFJF-MG) ficou com a prata, 71,35 m.


--Continua depois da publicidade--

Nos 5.000 m, Fabio Jesus Correia (SPFC-SP) garantiu a medalha de prata, com 14:30.31. Campeão sul-americano sub-23, ele comemorou muito o resultado. “Tenho de agradecer muito a Deus. Tenho só dois anos de atletismo e estou sentindo uma alegria imensa”, disse o atleta que trabalha como gari. O boliviano David Ninavia foi o campeão, com 14:21.36, enquanto o peruano José Chaupin ficou em terceiro lugar, com 14:31.70.

Já Maria Lucineida Moreira (AAPD-PE) ganhou a medalha de bronze nos 10.000 m, com o tempo de 35:10.83. O ouro foi para a peruana Sofia Mamani, com 34:43.80, seguida da mexicana Maria Ruiz, com 35:02.77.

Outro bronze foi conquistado por Thainá Guerino Fernandes (MEM-SP), com 6,25 m (0.1). Lissandra Maysa Campos (IVL-MT) terminou na quarta colocação, com 6,21 m (-0.7). Paola Fernandez, de Porto Rico, ficou com o ouro, com 6,33 m (0.5), seguida da colombiana Natalia Liñares, com 6,27 m (0.2).

Nas semifinais dos 100 m feminino, Gabriela Mourão (CT Maranhão-MA), primeira na série 1, com 11.52, e Vida Aurora Caetano (Tornado-DF), terceira na série 2, com 11.65, passaram para a final desta quarta-feira (1/12). O mesmo ocorreu na prova masculina, com Erik Cardoso (Sesi-SP), primeiro na segunda série, com 10.33, e Lucas Rodrigues (também do Sesi), segundo na série 1, com 10.40. “Cometi alguns erros, mas estou muito feliz por ter passado em primeiro. A final é outra história”, comentou Erik, de 21 anos, o número 1 do Ranking Absoluto Sul-Americano de 2021, com 10.01 (2.0).


--Continua depois da publicidade--

Nos 400 m com barreiras, os brasileiros também passaram para as finais de quinta-feira (2/12). Chayenne Pereira da Silva (EMFCA-RJ), atleta olímpica em Tóquio, venceu a série 2, com 57.40, enquanto Marlene dos Santos (Orcampi-SP) ficou em terceiro na série 1, com 59.07. No masculino, Caio de Almeida Teixeira (Centro Olímpico-SP) e Matheus Liberato Coelho (CT Maranhão-MA) terminaram em segundo lugar de suas séries, com 52.11 e 51.73, respectivamente. “Apesar da chuva, que é um detalhe, acho que fiz uma prova boa. A pista é boa e objetivo é melhorar o resultado na final”, comentou Chayenne.

Fonte: CBAT

 

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Publicidade

Redes sociais

107,352FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,121SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

AÇÃO INTEGRADA
Trio detido por tráfico de drogas em Lucas do Rio Verde tinha até máquina pra cartão
janeiro 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Obras faz troca de madeiramento em manutenção de ponte no interior de Lucas do Rio Verde
janeiro 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde começa a aplicar vacina contra a Covid-19 em crianças nesta quinta
janeiro 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Prefeitura abre licitação para compra de postes e lâmpadas de iluminação urbana em Lucas do Rio Verde
janeiro 18, 2022