33.2 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 05 dezembro, 2020
Início ECONOMIA Venda de veículos novos cresce 14,6% em 2018

Venda de veículos novos cresce 14,6% em 2018

Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil

A venda de automóveis, comerciais leves, ônibus e caminhões no país cresceu 14,60% no ano passado em relação a 2017, com 2.566.235 unidades emplacadas. É o segundo ano seguido de crescimento. No ano passado, estes segmentos apresentaram crescimento de 9,23%. O dado foi divulgado hoje (3) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

No mês, estes segmentos cresceram 1,70% e, na comparação com o mesmo mês de 2017, o aumento foi de 10,33%.

Considerando apenas automóveis e comerciais leves (picapes e furgões), houve alta de 13,74% no ano passado na comparação com 2017, com o emplacamento de 2.470.654 unidades. A expectativa para este ano é de aumento de 11% nestes dois segmentos.

Em relação ao emplacamento de todos os segmentos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos), o aumento foi de 13,58% em 2018, com a venda de 3.653.500 unidades. Para 2019, a expectativa é de que todos os segmentos automotivos apresentem crescimento de 10,1%.

“Iniciamos 2018 com uma expectativa de alta mais moderada, porém, em função da melhora, mais acentuada, da economia e da confiança do consumidor e investidores, ao longo do ano, o desempenho do setor automotivo foi maior do que o esperado. Mesmo com acontecimentos negativos, como a greve dos caminhoneiros, em maio, e a indefinição política – no período pré-eleitoral, o mercado continuou em ritmo de alta”, disse Alarico Assumpção Júnior, presidente da entidade.

Dezembro

No mês de dezembro, a venda de todos os segmentos registrou alta de 3,36% na comparação com novembro, totalizando 331.153 emplacamentos. Com relação a dezembro de 2017, o crescimento foi de 9,93%.

Já os emplacamentos de carros e comerciais leves somou 225.001 unidades licenciadas em dezembro, com crescimento de 1,67%, se comparada ao mês de novembro, e de 9,85% na comparação a dezembro do ano passado. “A queda da taxa de juros e a melhora da inadimplência geraram uma maior oferta de crédito, impulsionando, assim, a venda de automóveis e comerciais leves”, disse Assumpção Júnior.

Matéria modificada kàs 12h30 para acréscimo de informações

Edição: Maria Claudia



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas

Mãe e filha são presas ao mesmo tempo por tráfico de drogas em Mato Grosso

Duas mulheres, mãe e filha, foram presas nesta sexta-feira (04.12), em flagrante, pela Polícia Civil em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá) por...

Campanhas eleitores aumentam número de infectados pela covid em MT

O quadro de contaminados e de óbitos da covid-19 em Mato Grosso tende a se agravar nos próximos dias. A informação foi divulgada pelo...

Enap lança curso de formação para novos prefeitos

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) lançou um curso gratuito para capacitar os novos prefeitos eleitos neste ano em temas como gestão pública,...

Seduc vai ampliar EJA com Escola Integrada de Educação Básica; Cejas não serão fechados

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) ampliará a modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA) de Mato Grosso e também do ensino...