31.9 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 17 junho, 2021
InícioECONOMIAPré-sal: Petrobras firma contrato para construção de sétima plataforma

Pré-sal: Petrobras firma contrato para construção de sétima plataforma

Contrato foi assinado com a empresa Keppel Shipyard Limited, de Singapura. Entrega da plataforma P-78, no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, será em 2024.
Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Petrobras divulgou hoje (10) que assinou contrato para construção da P-78, sétima unidade a ser instalada no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos. Com capacidade de processamento de 180 mil barris de óleo por dia e 7,2 milhões de metros cúbicos (m³) de gás por dia, a plataforma é do tipo FPSO, unidade flutuante que produz, armazena e transfere petróleo. A entrega está prevista para 2024.

O contrato foi assinado com a empresa Keppel Shipyard Limited, de Singapura, e prevê o atendimento ao conteúdo local de 25%, com serviços a serem executados no Brasil por meio de parceria ou subcontratação de empresas nacionais. O índice de conteúdo local é requisito previsto em edital e compromissado com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) para o excedente de cessão onerosa do campo de Búzios.


--Continua depois da publicidade--

Plataformas próprias

O fornecimento do FPSO será resultado da contratação na modalidade EPC (engenharia, suprimento e construção) e da estratégia da Petrobras de desenvolver novos projetos de plataformas próprias, incorporando as lições aprendidas nos FPSOs já instalados no pré-sal, incluindo aspectos de contratação e construção.

O projeto prevê a interligação de 13 poços ao FPSO, sendo seis produtores e sete injetores, através de uma infraestrutura submarina composta por dutos rígidos de produção e de injeção e dutos flexíveis de serviços.

Búzios

O campo de Búzios, descoberto em 2010, é o maior campo de petróleo em águas profundas do mundo. É um ativo de classe mundial, com reservas substanciais, baixo risco e baixo custo de extração. Deve chegar ao final da década com a produção diária acima de 2 milhões de barris de óleo equivalente por dia, tornando-se o ativo da Petrobras com maior produção.

Atualmente, há quatro unidades em operação em Búzios que respondem por mais de 20% da produção total da Petrobras. A quinta e sexta plataformas flutuantes previstas para o campo, Almirante Barroso e Almirante Tamandaré, estão em construção e a oitava e nona unidades (FPSOs P-79 e P-80) estão em processo de contratação.


--Continua depois da publicidade--


Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Gosta de economia, assistir séries, filmes de ação e gosta de videogames. Editor no CenárioMT nos cadernos de Economia e Mundo, mas nem por isso deixa uma notícia regional em branco, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

SEGURANÇA
Agentes da Guarda Municipal de Lucas localizam peças de moto furtada há cinco meses
junho 17, 2021
Lucas do Rio Verde
Processo seletivo do Esporte é homologado pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde
junho 17, 2021