27.4 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 23 outubro, 2021
InícioECONOMIAFGV diz que Confiança de Serviços recua depois de quatro meses de...

FGV diz que Confiança de Serviços recua depois de quatro meses de alta

Por Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) caiu 1,7 ponto em fevereiro, indo para 96,5 pontos, após quatro meses de alta. Em médias móveis trimestrais, variou 0,9, e manteve-se em alta pelo sétimo mês consecutivo.

Os dados foram divulgados hoje (27), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV), e indicam que a queda do ICS impactou 10 das 13 principais atividades do setor do Índice de Expectativas (IE-S).


--Continua depois da publicidade--

Em fevereiro, o Índice de Expectativas caiu 4,5 pontos, para 102,6.

Os dois quesitos que compõem o indicador contribuíram negativamente para o resultado de fevereiro: o indicador da tendência dos negócios para os próximos seis meses, que caiu 5,2 pontos e o de demanda prevista, que recuou 3,8 pontos.

O Índice da Situação Atual (ISA-S) avançou 1,3 ponto em fevereiro, para 90,6 pontos, o maior nível desde os 91,0 pontos de agosto de 2014.

Segundo a FGV, a alta do Índice de Situação Atual foi impulsionada tanto pelo indicador volume de demanda atual como pelo indicador situação atual dos negócios, que subiram 1,5 e 1,1 ponto, respectivamente.


--Continua depois da publicidade--

Já o Nível de Utilização da Capacidade Instalada do setor de Serviços recuou 0,6 ponto percentual, para 81,5%.

Na avaliação do economista da FGV, Rodolpho Tobler, “a queda do índice de confiança em fevereiro parece estar associada a uma calibragem das expectativas, que desde a definição do processo eleitoral avançaram mais de 15 pontos”.

Segundo o economista, apesar da queda no mês, o Índice de Expectativas ainda se mantém acima dos 100 pontos, enquanto a percepção das empresas sobre a situação atual prossegue mostrando uma reação discreta, mas contínua. “Nesse contexto, o cenário é de continuidade de uma recuperação ainda tímida da atividade nesse primeiro trimestre do ano”, disse.

Desconforto vem caindo

A FGV entende que a avaliação sobre a situação atual continua em alta e que o desconforto vem caindo. Em fevereiro, o Índice de Situação Atual manteve sua trajetória de alta pelo quarto mês consecutivo, e entrou na região em que as avaliações dos empresários do setor são de pessimismo moderado (faixa entre 90 e 100 pontos).

E o Índice Desconforto vem recuando nos últimos meses, chegando a 53,9 pontos em fevereiro, o menor nível histórico desde dezembro de 2014 (51,2 pontos), sugerindo que, na avaliação das empresas do setor, há uma contínua redução de pressões negativas sobre o ambiente de negócios.

A edição de fevereiro de 2019 coletou informações de 1932 empresas entre os dias 1º e 22 deste mês.

Edição: Kleber Sampaio

© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!

Redes sociais

107,346FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,067SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Atendimentos do TeleLucas estão suspensos a partir de segunda-feira (25)
outubro 23, 2021
Lucas do Rio Verde
Prefeitura de Lucas do Rio Verde estará sob o comando de Marcio Pandolfi pelos próximos 10 dias
outubro 23, 2021
Lucas do Rio Verde
Vacinação Covid-19: Confira a programação de TERCEIRA DOSE para a próxima semana
outubro 23, 2021
Lucas do Rio Verde
Vacinação Covid-19: Confira a programação de SEGUNDA DOSE para a próxima semana
outubro 23, 2021