21.6 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 05 dezembro, 2020
Início CIDADANIA Décimo-terceiro salário será menor em 2020 por causa da jornada reduzida; confira

Décimo-terceiro salário será menor em 2020 por causa da jornada reduzida; confira

Por CenárioMT

O trabalhador que estiver com a renda cortada ou com contrato suspenso receberão proporcionalmente, mas a escolha pode ser feita pelo empregador.

Muitos trabalhadores estão com o salário e jornada de trabalhos reduzidos, assim como também, com os contratos suspensos por causa da Medida Provisória 936 que foi sancionada pelo presidente por causa da pandemia.

Com isso, o final de ano se aproxima e os trabalhadores começaram a se questionar sobre o décimo-terceiro salário neste ano. Dessa forma, quem teve a jornada de trabalho e salários reduzidos ou contratos suspenso, terão o cálculo do décimo-terceiro realizado de forma diferente.

Mas, como assim? Você deve estar se perguntando. No caso, o empregador terá o direito de descontar os meses em que houve interrupção da atividade, já que cada mês representa 1/12 das parcelas que fazem parte da gratificação.

O professor da Fundação Dom Cabral e do Ibmec-RJ, Gilberto Braga esclareceu o seguinte:

“Assim, se o patrão não pagar voluntariamente o complemento do décimo-terceiro, hoje, não há como o governo pagar, porque inexiste mecanismo legal para isso. Portanto, há grandes chances dos trabalhadores que tiveram redução e suspensão da jornada de trabalho ficarem sem 13º proporcional ou íntegra, conforme a situação”.

Décimo-terceiro salário será menor em 2020 por causa da jornada reduzida

Décimo-terceiro salário será menor em 2020 por causa da jornada reduzida

Se você é um dos milhares de trabalhadores que teve a suspensão do contrato e deseja saber quanto receberá de décimo-terceiro terá que fazer o seguinte cálculo:

Valor do salário dividido por 12. Posteriormente, multiplique o valor encontrado pela quantidade de meses que trabalha/trabalhou neste ano e após, desconte os meses de contrato suspenso.

Um exemplo: Se você trabalhou regularmente em janeiro deste ano, porém ficou com o contrato suspenso por 3 meses, o cálculo será: 12 meses do ano – 3 meses de suspensão = 9 meses trabalhados.

Dessa forma, o seu décimo-terceiro será na proporção de 9/12. Se você recebe o valor mensal de R$ 2.000,00, o seu décimo-terceiro será de R$ 1,5 mil.

Em breve mais atualizações sobre esse e demais programas sociais. Então, fique ligado no CenárioMT.



- Publicidade -

Últimas

Deputado recomenda a implantação da Lei Feconseg no Distrito Federal

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) se reuniu com o subsecretário de Administração Geral da Casa Civil do governo do Distrito Federal, Thiago Vinícius...

Deputado João Batista é homenageado durante evento em Brasília

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), que é policial penal de carreira, representou a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), no VIII...

Governo Federal reativa cobrança de energia elétrica por bandeira tarifária

O Governo Federal, por meio da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), reativou a cobrança pelo sistema de bandeiras tarifárias a partir do mês...