27.2 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 06 março, 2021
Início ECONOMIA Auxílio Emergencial: Cidadania libera pagamento para mais 196 mil beneficiários

Auxílio Emergencial: Cidadania libera pagamento para mais 196 mil beneficiários

Por CENÁRIOMT COM INF. G1

O Ministério da Cidadania divulgou calendário de pagamento do Auxílio Emergencial para o total de 196 mil beneficiários, totalizando R$ 248,6 milhões em recursos.

Trata-se de dois grupos que receberão o benefício:


--Continua depois da publicidade--
  • Beneficiários que fizeram a contestação no período de 7 a 16 de novembro e de 13 a 31 de dezembro de 2020 – 191 mil pessoas;
  • Beneficiários que tiveram o pagamento reavaliado em janeiro de 2021, decorrente de atualizações de dados governamentais – 5 mil pessoas.

 

Esses beneficiários receberão de uma só vez todas as parcelas a que têm direito. Os recursos estarão disponíveis no dia 28 de janeiro, quinta-feira, tanto para transferências e pagamentos quanto para saques.

Entre o total de 196 mil trabalhadores:

  • 8,3 mil receberão a segunda, a terceira, a quarta e a quinta parcelas do Auxílio Emergencial
  • 40,9 mil pessoas receberão as três últimas parcelas.
  • 68,1 mil terão direito à quarta e à quinta parcelas.
  • 78,3 mil vão receber somente a quinta parcela.

 


--Continua depois da publicidade--

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Os créditos das últimas parcelas do benefício se encerraram no último dia 29 de dezembro. Já a liberação de saques termina nesta quarta-feira (27).

O Auxílio Emergencial foi liberado para 68 milhões de trabalhadores – 32,2% da população e cerca de 40% das residências – pagando o total de R$ 330 bilhões, segundo o Ministério da Cidadania.



Dayelle Ribeirohttps://www.cenariomt.com.br
Redatora do portal CenárioMT
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

POLÍCIA
Jovem morre ao cair em fosso de armazém em Lucas do Rio Verde
março 06, 2021
FLEXIBILIZAÇÃO
Prefeito Miguel Vaz vê benefícios com flexibilização, mas alerta sobre cuidados preventivos
março 05, 2021