29.6 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 12 maio, 2021
InícioColuna do Fabiano de AbreuQuando somos fortes, recebemos pouco cuidado e quase nenhum carinho

Quando somos fortes, recebemos pouco cuidado e quase nenhum carinho

Por Fabiano de Abreu

Quando somos fortes, recebemos pouco cuidado e quase nenhum carinho. Suportar tudo não é sinônimo de força, mas sim, de que em algum momento vamos entrar em “erupção”, como um vulcão. E quando chega esse momento nada será poupado. Tudo ao nosso redor poderá sofrer com essa explosão por muito tempo de contenção.

É sempre mais inteligente não usar a mente como um baú de segredos negativos.


--Continua depois da publicidade--

Guardar mágoas, ressentimentos, iras contidas… pode provocar hemorragias emocionais secretas, que levam o corpo a adoecer.

TUDO QUE A MENTE NÃO SUPORTA SERÁ TRANSFERIDO PARA O CORPO EM FORMA DE DOENÇAS.

“Quando a boca fala, o corpo sara. Quando a boca cala, o corpo adoece produzindo sintomas”.

Essa dicotomia entre mente e cérebro, caiu por terra há tempos. Somos um sistema único, que necessita da harmonização do psicossomático para o bom funcionamento, isso é o homeostase, o equilíbrio das forças que nos habitam e nos regem.


--Continua depois da publicidade--

Quando atravessamos momentos difíceis; e todos nós nos deparamos com bifurcações no longo caminho da vida, a ferramenta mais eficaz ainda é a fala, o diálogo com uma comunicação não violenta.

Usamos o recurso das palavras para exteriorizar pensamentos, vocalizar sentimentos e solucionar problemas de ordem prática.

Não raro pessoas com baixa autoestima, com sentimento de rejeição, de angústia, de reprovação, com falta de pertencimento e importância sentem-se acometidas por pressão arterial elevada, dor no peito, com problemas de coluna, enxaqueca… São palavras impronunciadas que adoeceram por viver em prisão domiciliar.

Não permita que a dor se transforme em sofrimento, não suporte tudo até não aguentar mais nada!
Quando as pessoas acreditam que somos fortes demais, elas acham que conseguiremos suportar qualquer dor sozinhos, e por isso, recebemos pouco cuidado e quase nenhum carinho.
FALE!
UMA BOA CONVERSA NOS LIBERTA ATÉ DE NÓS MESMOS.
Não fique tentando ser forte o tempo todo. Os fortes sobrevivem aos piores períodos, mas muitas vezes, sofrem em silêncio, e encaram longos momentos de solidão.
Se permita ser humano, você não tem poderes superiores a qualquer outro mortal, exteriorize a sua dor, peça ajuda, mostre a sua vulnerabilidade com humildade. Não é vergonha sentir que precisa ser cuidado, não é pecado querer receber mais carinho.
*Foto de Carlos Lindner no Unsplash

- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

Geral
Rota do Oeste oferece sete vagas para contratação imediata em Lucas do Rio Verde
maio 12, 2021
GOLPE
Lucas do Rio Verde: Internauta denuncia tentativa de golpe com fotos de sua casa
maio 12, 2021