15.9 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 07 maio, 2021
InícioCIDADANIAGolpistas roubam FGTS de até R$ 1.045 por meio de aplicativos; saiba...

Golpistas roubam FGTS de até R$ 1.045 por meio de aplicativos; saiba mais

Por CenárioMT

Percebeu movimentação suspeita na sua conta do FGTS? Então, você pode ter sido vítima de fraude.

Por causa da pandemia do Coronavírus, o Governo Federal, para amenizar a crise financeira de milhares de brasileiros, criou alguns programas como o FGTS emergencial e o Auxílio Emergencial.


--Continua depois da publicidade--

Com isso, os brasileiros inclusos nestes programas podem realizar pagamentos, transferências ou saques por meio do aplicativo Caixa Tem.

Porém, muitos têm reclamado sobre suspeitas movimentações na conta, o que pode ser uma suposta fraude ou uma transferência automática da Caixa Econômica Federal para outra conta.

Golpistas roubam FGTS de até R$ 1.045 por meio de aplicativos; saiba mais
Golpistas roubam FGTS de até R$ 1.045 por meio de aplicativos; saiba mais

Golpistas roubam FGTS de até R$ 1.045 por meio de aplicativos

O Governo Federal adotou o pagamento dos benefícios em duas etapas distintas.


--Continua depois da publicidade--

A primeira é que o dinheiro fica disponível para a realização somente de transações digitais e a segunda, é a liberação do valor para transferências e saques.

Dessa forma, quando chega a data para a realização do saque, a Caixa Econômica Federal realiza de forma automática a transferência para a conta pessoal do beneficiário.

Esta conta foi informada no momento do cadastro no programa do Governo Federal. Porém, é necessário que o beneficiário constate na poupança digital se este valor informado realmente foi transferido e em caso negativo, pode ter sido vítima de fraude.

O que deve ser feito em caso de fraude?

Caso você tenha sido vítima de uma fraude, isto é, o dinheiro foi sacado ou até mesmo desviado da poupança digital, sem seu consentimento, deverá procurar a agência da Caixa.

Conforme informado pela CEF, a vítima terá que preencher um formulário para que a instituição possa verificar o que de fato aconteceu.

Contudo, a Caixa não divulgou detalhes do formulário, justamente por questões de segurança. De todo modo, se houver a comprovação de que realmente houve movimentação fraudulenta, a vítima será ressarcida.


- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

PRIMEIRO ESCALÃO
Por motivos pessoais, Franz deixa Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Lucas do Rio Verde
maio 06, 2021
COVID-19
Prefeito de Lucas explica flexibilização do novo decreto: ‘Saímos de risco muito alto, para risco alto’
maio 06, 2021