Líder da bancada comemora lançamento, “Orgulho de ter ajudado nessa construção”, diz Geller

0
Foto: Karina Teixeira

O Governo Federal lançou nesta quarta-feira (17.06) o Plano Safra 2020/2021, que contará com R$ 236,3 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional, representando um aumento de R$ 13,5 bilhões em relação ao plano anterior, sendo que os financiamentos poderão ser contratados de 1º de julho de 2020 a 30 de junho de 2021. Para o líder da bancada mato-grossense e ex-ministro da Agricultura, deputado federal Neri Geller (PP/MT), avanços que precisam ser reconhecidos e comemorados.

“O resultado de hoje é resultado da atuação enérgica da FPA junto ao Ministério Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério da Economia e Banco do Brasil, em uma série de reuniões realizadas na última semana buscando as melhores condições para os produtores uma vez que, o setor tem sustentado a economia do País sendo o único a apresentar crescimento no primeiro trimestre desse ano”, destacou Geller.

O Plano Safra constitui um programa de incentivo do governo federal a produtores rurais brasileiros, com políticas que englobam assistência técnica, criação de crédito, investimento, seguro, garantia de preço e comercialização.


Com mais recursos e melhores condições de financiamento, Plano Safra 2020/2021 terá R$ 236,3 bilhões


 

“O Plano apresentado hoje reflete anos de luta pela melhoria das condições para os produtores brasileiros. Fico feliz em ver que programas como o PCA , Moderfrota e Inovagro – que criamos ainda em 2013 na condição de secretário de Política Agrícola do Mapa, consolidando em 2014 já como ministro da Agricultura-, não só têm continuidade nesse Governo como estão recebendo mais recursos”, comemorou o federal.

Conforme o anúncio realizado hoje, o plano 2020/2021 garantirá a Agricultores que se enquadram no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) taxas de juros entre 2,75% e 4% ao ano. Já para os pequenos (que estão no Pronaf) e médios, o índice é de 5% ao ano. Para os demais, os juros serão de 6% ao ano.

Ainda, segundo o Ministério da Agricultura, para 2021 o valor para subvencionar a contratação de apólices de seguro rural em todo o país será de R$ 1,3 bilhão, correspondendo a R$300 milhões a mais do que o valor de 2020

Leia também: Resultado das loterias de hoje (27/09/2020)


Amazonia 03 de Junho