24.3 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 31 outubro, 2020
Início CENÁRIO POLÍTICO GOV-MT Restaurante Prato Popular fornece mais de 75 mil refeições para pessoas carentes...

Restaurante Prato Popular fornece mais de 75 mil refeições para pessoas carentes da Grande Cuiabá

Além do atendimento no horário do almoço, marmitas são distribuídas para moradores de rua no período noturno
Por CenárioMT

Mais de 75 mil refeições foram fornecidas pelo restaurante comunitário Prato Popular nos primeiros nove meses deste ano. Além das pessoas atendidas na unidade, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), que é responsável por administrar o restaurante, passou a fornecer marmitas prontas para moradores em situação de rua desde que teve início a pandemia em Mato Grosso.

A medida emergencial adotada neste período de crise viabilizou a distribuição diária de 200 refeições balanceadas. A ação é realizada no período noturno, todos os dias da semana ininterruptamente, inclusive aos sábados, domingos e feriados. De março até setembro, foram distribuídas 31,8 mil marmitas.

Os alimentos são entregues por representantes do Fórum de População em Situação de Rua, sob o acompanhamento da Secretaria Adjunta de Direitos Humanos (Sadh) e Defensoria Pública-MT, em conformidade com a recomendação do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e Defensoria Pública da União.

Na sede do restaurante, que é localizado na Rua Baltazar Navarros, Nº 567, bairro Bandeirantes, em Cuiabá, foram fornecidas 44.422 refeições prontas às pessoas em situação de vulnerabilidade social no horário do almoço. A média mensal de atendimento é de 4,9 mil refeições. O Prato Popular funciona de segunda a sexta-feira, das 11h às 13h, (exceto feriados), com refeições servidas ao preço acessível de R$ 1,65.

Diante da pandemia, seguindo as medidas de prevenção e segurança adequadas, as refeições não estão sendo feitas de forma presencial. As pessoas entram no estabelecimento com uso obrigatório de máscara, respeitando o distanciamento social, e adquirem alimento acondicionado em marmitex descartável e saem para se alimentar em domicílio ou outro local.

De acordo com a secretária da Setasc, Rosamaria Carvalho, o cardápio é adaptado às necessidades dos usuários, em termos nutricionais. Ela ressalta que o restaurante recebe um público bem heterogéneo, compostos por desempregados, moradores de rua, vendedores ambulantes, catadores de papel, acompanhantes de pacientes vindo do interior, aposentados, além de outros cidadãos em situação de vulnerabilidade social agravada pela pandemia do Covid-19.

“Sabemos que há muitas pessoas em situação de vulnerabilidade social e que agora com a pandemia se agravou mais ainda. Então, para não deixar esse público desassistido neste período de crise, optamos, por fazer algumas mudanças nos procedimentos de funcionamento adequando a uma nova modalidade e beneficiando também moradores de rua no período noturno”.

Como é o caso do aposentado Antônio Hernandes Martins, 73 anos, conhecido como ‘Tangará’ que frequenta há mais de 15 anos o espaço. Em seu depoimento ele avalia de forma positiva o local. “Eu dependo da minha aposentadoria, que na maioria das vezes não dá conta de bancar meus remédios e alimentos essenciais. Gosto muito daqui a comida é excelente”, comentou.

Outro usuário fiel ao Prato Popular é o senhor Washington de Brito, 69 anos. Morador do bairro CPA 2, diariamente ele busca seu marmitex. “Muitas pessoas carentes não têm condições de pagar o almoço todos os dias e com esse preço, que é barato, elas conseguem ter uma alimentação boa e adequada”, contou.

Dia Mundial da Alimentação

O Dia Mundial da Alimentação é comemorado no 16 de outubro e foi criado com o intuito de desenvolver uma reflexão a respeito do quadro atual da alimentação mundial. A data foi escolhida para lembrar a criação da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), em 1945. A primeira comemoração da data ocorreu no ano de 1981, quando o tema abordado foi “A comida vem primeiro”.

A (FAO) é uma agência das Nações Unidas que apresenta como um dos seus principais papeis liderar os esforços internacionais para derrotar a fome no planeta. De acordo com a própria, o objetivo da organização é alcançar a segurança alimentar de todos, garantindo o acesso regular a alimentos de alta qualidade suficientes para levar uma vida ativa e saudável.

Em Mato Grosso as ações de Segurança Alimentar e Nutricional atualmente são realizadas através das áreas de Políticas de Educação, Saúde e Assistência Social, através da intersetorialidade com outras políticas públicas em especial a Agricultura Familiar.

A Setasc mantém o Programa Restaurante Prato Popular, com o objetivo de integrar as políticas de assistência social, bem como garantir a segurança alimentar e nutricional desse público.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Polícia prende 5 motoristas por embriaguez ao volante no nortão

A Polícia Militar prendeu cinco pessoas por embriaguez ao volante, durante a Operação In Memorian, na madrugada deste sábado (31.10), em Sinop. O bloqueio policial...

Sobe para 26 total de mortos por terremoto na Turquia e Grécia

O terremoto que atingiu a região do Mar Egeu, entre a Turquia e a Grécia, deixou pelo menos 26 mortos nos dois países e...

Garotas de programa são estupradas após cair em golpe em Mato Grosso

Três garotas de programa registraram queixa depois de serem estupradas por três homens nessa sexta-feira (30), em Cuiabá. Segundo a Polícia Militar, elas foram...

Funcionário de fazenda é atingido na cabeça por pá carregadeira e morre na hora em MT

O funcionário de uma fazenda morreu, na tarde de sexta-feira (30), em uma fazenda de Juara, prensado por uma concha de uma pá carregadeira....
x