21.7 C
Lucas do Rio Verde
sexta-feira, 16 abril, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTPCI apresenta 4º Balanço de metas em webinar

PCI apresenta 4º Balanço de metas em webinar

As 21 metas têm indicadores que são acompanhados por um comitê de monitoramento que avaliam e apontam o desempenho, avanços e prioridades
Por CenárioMT

A webinar para apresentar o 4º balanço de metas da Estratégia PCI (Preservar, Conservar e Incluir) foi realizada na quarta-feira (24.03) com a participação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Instituto Centro de Vida (ICV) e Amaggi. O PCI é uma política pública do Governo de Mato Grosso com envolvimento do setor privado, sociedade civil e setor produtivo.

As 21 metas têm indicadores que são acompanhados por um comitê de monitoramento que avaliam e apontam o desempenho, avanços e prioridades. Oficinas virtuais também foram realizadas junto aos autores da PCI, no 2º semestre de 2020, para debater o que melhorar no monitoramento e aprimorar no cumprimento das metas.


--Continua depois da publicidade--

Fernando Sampaio, diretor executivo do PCI, destacou que as metas são voltadas para o desenvolvimento sustentável, por meio do uso eficiente da terra. Ele agradeceu aos parceiros e citou a importância do apoio em ações estratégicas, entre eles do Programa REM – iniciativa dos governos da Alemanha e Reino Unidos, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Noruega, agencias das Nações Unidas e Banco Mundial.

Os próximos passos da PCI são a criação do Instituto, definição de estratégia de investimento para captação de recursos, trabalho de avaliação de metas e aprimoramento do processo de monitoramento, aponta Fernando Sampaio.

“O Instituto fará articulação do governo com outros autores da sociedade e com setor privado com objetivo de alavancar a captação de recursos e investimentos que ajude a entregar as metas”, afirma.

Produção Sustentável


--Continua depois da publicidade--

Dentro do eixo conservar um dos principais objetivos é o de zerar desmatamento ilegal com aprimoramento de políticas públicas que envolvem o Plano de Ação para Prevenção e Combate ao Desmatamento Ilegal e Incêndios Florestais, investimento em tecnologia com a Plataforma de Monitoramento que utiliza o satélite Planet com imagens diárias e emissão de alertas semanais, adquirida com recursos do Programa REM e o aumento de responsabilização com embargos de área, autuações e apreensão de equipamentos.

“A Sema reforça o compromisso de continuar com políticas públicas robustas contra o desmatamento ilegal e de regularização ambiental. Precisamos também de políticas a longo prazo para motivar o produtor a continuar a preservação, de valorização dos produtos locais. O Estado mostra que é possível aumentar a produção e preservar ao mesmo tempo”, ressalta o secretário executivo de Meio Ambiente, Alex Marega.

Inclusão

Marega ressalta a importância de ações que promovam o desenvolvimento e inclusão de indígenas, agricultura familiar, comunidades tradicionais e quilombolas e afirma que a inclusão das comunidades tradicionais e as ações de comando e controle são essenciais para a produção sustentável.

A representante da Amaggi, Juliana Lopes, também exaltou a importância de políticas públicas do eixo incluir, com a estruturação para que a agricultura familiar tenha um fornecimento regular nos municípios. “É um trabalho em conjunto, metas como aumento de produtividade, aumento da área de restauração e conservação da vegetação nativa mostra que faz sentido economicamente o investimento em um processo de atuação socioambiental”.

Monitoramento das metas

O evento teve o apoio do ICV, que participa do comitê de monitoramento responsável por auxiliar nos indicadores das metas e a reunir informações. Paula Bernasconi, que apresentou o balanço, falou sobre a importância da transparência. “O PCI traz um esforço enquanto grupo para refletir o interesse comum em visão de estado. O objetivo é informar os dados, mostrando partes positivas e dificuldades e identificando como trabalhar melhor estas metas”.

De acordo com Paula são cinco critérios adotados: fontes de dados disponíveis publicamente; fonte de dados com atualização anual para conseguir medir a evolução; busca de fontes de nível municipal, que permite observar diferenças regionais; fonte georreferenciada, que permite que cruze e combine informações e quantidade maior de dados; fontes oficiais ou com credibilidade.

Estratégia PCI

O governo de Mato Grosso lançou a Estratégia PCI durante a Convenção do Clima (COP 21), realizada em Paris, em dezembro de 2015, com o objetivo de captar recursos para o Estado com aumento da eficiência da produção agropecuária e florestal, a conservação dos remanescentes de vegetação nativa, recomposição dos passivos ambientais e a inclusão socioeconômica da agricultura familiar, mediante o controle do desmatamento e o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono.

Em 2019, por meio de Decreto Estadual, fica estabelecido a criação do Instituto PCI, que está sendo estruturado.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

NOVO DECRETO
Em vídeo, Miguel Vaz fala sobre novo decreto e pede atenção da sociedade para prevenção a covid-19
abril 15, 2021
GERAL
Moradora de Lucas do Rio Verde ganha R$ 10 mil no sorteio do Programa Nota MT
abril 15, 2021