Coordenadoria de Assistência Social da PM completa 13 anos com 30 mil atendimentos

No primeiro semestre de 2020, o órgão vinculado a Diretoria de Saúde da PM registrou mais de 150 atendimentos por mês.

0
- Foto por: CAS/PMMT

A Coordenadoria de Assistência Social da Polícia Militar (CAS) comemora nesta quinta-feira, 06 de agosto, 13 anos de fundação. A CAS oferece apoio por meio de serviços de saúde, orientação jurídica e assistência social a policiais militares e seus familiares. No primeiro semestre de 2020, o órgão vinculado a Diretoria de Saúde da PM registou mais de 150 pessoas atendidas por mês.

Criado em 2007, a CAS já realizou 10 mil atendimentos diretos e 20 mil indiretos para policiais militares e seus dependentes na região metropolitana e nos 13 Comandos Regionais. Atendimentos que vão desde serviços em saúde como encaminhamentos a consultas médicas, acompanhamentos psicológicos, assistência funeral, orientação e apoio jurídico quanto obtenção de pensão, indenizações, regularização de situações funcionais de profissionais dentro da instituição dentre outros serviços.

Pioneira na coordenação da CAS, a major Luzinete Vilarinho, relembra como foi desafiador ficar a frente de uma pasta de Assistência Social da corporação. “Iniciei os trabalhos com um soldado como assistente social, mesmo com pouco servidores, fizemos um trabalho de formiguinha, oferencendo nosso apoio por meio do serviço de assistência social. Fiquei sete anos cordenando, me orgulha muito, hoje me deparo com a expansão desse importante órgão da Diretoria de Saúde e foi uma honra ter pertencido ao início deste trabalho”, ressalta a major da reserva remunerada.

Em meio a um ano atípico, por conta da pandemia do coronavírus,  a Coordenadoria de Assistência Social da PM continua prestando assistência aos policiais e seus familiares. São cerca de 50 mil famílias e 11 mil policiais militares entre ativos e inativos que contam com a CAS.

O coordenador da pasta, tenente-coronel Diego Fabiano Souza Tocantins conta que a equipe é formada por seis policiais, entre assistentes sociais e psicólogos que continuam apoiando os militares e suas famílias nos momentos mais difíceis.

“Por meio da CAS estamos presentes em cenários de dificuldades, de situações vulneráveis e delicados para os militares e seus familiares. E diante de uma pandemia não é diferente, seguimos apoiando esses profissionais. Esse trabalho garante plena condições de saúde e qualidade de vida ao militar e sua família. Ao longo dos anos vamos auxiliando na resolução de problemas, seja ele de saúde física, mental, de apoio ou orientação” desta coronel Diego

A sede da CAS fica na sede da Diretoria de Saúde da PM no Centro Político Administrativo, no bairro Paiaguás, em Cuiabá.

Leia também: Resultado das loterias de hoje (01/10/2020)


Amazonia 03 de Junho