20.3 C
Lucas do Rio Verde
terça-feira, 13 abril, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOGOV-MTCantoras rondonopolitanas se unem em show inédito

Cantoras rondonopolitanas se unem em show inédito

O show será lançado neste domingo (21.03), às 18h (horário de Mato Grosso) nas plataformas digitais Youtube e Facebook.
Por CenárioMT

As cantoras Karola Nunes, Nega Lu e Pacha Ana se unem e demonstram a potencialidade de cada uma no show “DasMatas – Encontro de Vozes do Cerrado Mato-grossense”. O projeto foi contemplado no Edital MT Nascentes, da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) e será lançado neste domingo (21.03), às 18h (horário de Mato Grosso) nas plataformas digitais Youtube e Facebook.

O show foi gravado em Cuiabá, respeitando as normas de biossegurança para prevenção da covid-19. No repertório, estão músicas autorais das artistas, com a participação de músicos integrantes de suas bandas. Pensando na acessibilidade, o show conta com recurso de tradução simultânea em Libras e uma breve audiodescrição.


--Continua depois da publicidade--

Em um cenário que mulheres precisam se engajar ainda mais para conseguirem espaço nas artes, as três escolhidas impulsionam suas histórias enquanto artistas independentes, mas também pela evocação de suas raízes, o que entrega ainda mais sentido para à proposta em senso de coletividade ao servir de inspiração para tantas outras mulheres.

As artistas são naturais de Rondonópolis e, além de cantar, compor, tocar, comandam as próprias carreiras. Karola Nunes destaca que foi a primeira vez que as artistas subiram ao palco juntas. “Apesar de sermos da mesma cidade, esse encontro no palco nunca tinha acontecido. Demorou, mas a espera valeu a pena. Foi divertido e instigante. Espero que seja o primeiro de muitos”. Karola Nunes tem 16 anos de carreira e representou a região Centro-Oeste na Mostra de Música Nacional do Sesc em 2018. Em 2017 gravou o álbum ‘Somos Som’.

Segundo Pacha Ana, o encontro foi um reencontro com a ancestralidade. “Esse encontro é conexão e ancestralidade. Admiro todo mundo que participou desse projeto e por isso me senti num reencontro, conexão”. Pacha Ana lançou em 2018 o primeiro disco de Rap feminino de Mato Grosso, com o título ‘Omo Oyá’. Em 2019 circulou pelo Sesc no projeto “Arte da Palavra”, levando poesias e canções com o espetáculo ‘Faces: A Poesia Negra Em Mim, Em Nós’ para a sete Estados.

De acordo com Nega Lu, o encontro foi melhor do que esperava. “O encontro fluiu da maneira que eu achei que fluiria, e ainda melhor. Foi muito potente para mim. Acho que estávamos todos na mesma sinergia, na mesma troca. Eram três álbuns, mas parecia ser um”. Nega Lu circulou, em 2019, pelos nove estados da Amazônia Legal na Mostra Sesc Amazônia das Artes com o seu show ‘Minha ancestralidade’. Em meio à pandemia ainda se apresentou no Festival Amazônia Online, produzido pelo Greenpeace Brasil.


--Continua depois da publicidade--

 


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

MAIS DENÚNCIAS
Relatório mostra aumento de denúncias relacionadas a covid-19, diz Guarda Municipal
abril 12, 2021
PODER LEGISLATIVO
Lucas do Rio Verde: Indicação sobre titular na Secretaria de Cultura gera impasse na Câmara
abril 12, 2021