22.9 C
Lucas do Rio Verde
segunda-feira, 06 dezembro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICOFacebook remove live em que presidente associa vacina de covid à aids

Facebook remove live em que presidente associa vacina de covid à aids

A remoção do vídeo se estende à conta do presidente Jair Bolsonaro no Instagram, rede social que também pertence ao Facebook.
Por Andreia Verdélio - Repórter da Agência Brasil* - Brasília

O Facebook tirou do ar a live do presidente Jair Bolsonaro em que ele compartilha a informação sobre uma suposta relação entre as vacinas contra covid-19 e a aids (síndrome da imunodeficiência adquirida). A transmissão foi ao ar, ao vivo, na última quinta-feira (21) e estava disponível para reprodução, como acontece com os conteúdos semelhantes. A remoção do vídeo se estende à conta do presidente no Instagram, rede social que também pertence ao Facebook.

De acordo com o presidente, a informação se refere a pessoas totalmente vacinadas, ou seja, que tomaram a dose única ou segunda dose da vacina há mais de 15 dias. “Só vou dar a notícia, não vou comentar. Já falei sobre isso no passado, apanhei muito. Vamos lá: ‘Relatórios oficiais do governo do Reino Unido sugerem que os totalmente vacinados […] estão desenvolvendo síndrome da imunodeficiência adquirida muito mais rápido do que o previsto’. Recomendo, leiam a matéria, não vou ler aqui porque posso ter problema com a minha live, não quero que caia a live aqui, quero dar informações”, afirmou Bolsonaro durante a transmissão do dia 21, sem citar a fonte da matéria.


--Continua depois da publicidade--

Em nota divulgada no sábado (23), o Comitê de HIV/Aids da Sociedade Brasileira de Infectologia esclareceu que “não se conhece nenhuma relação” entre qualquer vacina contra a covid-19 e o desenvolvimento de aids. “Repudiamos toda e qualquer notícia falsa que circule e faça menção a esta associação inexistente”, diz a nota.

O comitê recomenda ainda que pessoas que vivem com HIV (vírus da imunodeficiência humana)/aids devem ser completamente vacinadas contra covid-19, inclusive com a liberação da dose de reforço (terceira dose) para todos que receberam a segunda dose há mais de 28 dias. Pessoas imunossuprimidas estão recebendo o reforço contra covid-19 nesse intervalo de tempo, conforme prevê o Ministério da Saúde, assim como os idosos e profissionais de saúde que tomaram a vacina há mais de seis meses.

Hoje (25), em entrevista a uma rádio, o presidente disse que leu sobre a pesquisa em reportagem da revista Exame publicada na semana passada. Bolsonaro também compartilhou nas redes sociais uma publicação de seu filho Carlos Bolsonaro em que o vereador critica a repercussão. “A que nível chega o $istema: o “meio de comunicação do bem” chamado @exame divulga a informação e o atacado é quem leu sua matéria! O alvo será a revista ou o leitor? Precisa responder? Tem método!”, diz a publicação.

A matéria em questão, entretanto, foi publicada pela Exame em outubro de 2020, quando as vacinas ainda estavam em desenvolvimento. A notícia foi atualizada nesta segunda-feira e destaca que os cientistas se basearam em análises feitas em 2007 com um adenovírus específico usado na pesquisa de vacinas contra o HIV (vírus da imunodeficiência humana).


--Continua depois da publicidade--

YouTube

No final da tarde de hoje, o YouTube comunicou que também resolveu retirar o vídeo do presidente Jair Bolsonaro do ar. Segundo a empresa, o canal do presidente foi suspenso por uma semana. Em comunicado, o YouTube afirma que o conteúdo do vídeo “viola diretrizes que estão em conformidade com autoridades de saúde locais e globais.”

Gustavo Praiadohttps://www.cenariomt.com.br
Atualmente, trabalha na equipe do portal CenárioMT, produzindo conteúdo sobre economia, esportes e direitos da população brasileira, gosta de assistir séries, filmes de ação e de videogames. Editor também em conteúdos regionais, sempre atento as tendências que o internauta procura para ficar bem informado.

Redes sociais

107,347FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,099SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

ACADEMIA BRASILEIRA ROTÁRIA DE LETRAS/MT
Integrante do Rotary Club de Lucas assume cadeira na ABROL/MT
dezembro 06, 2021
PODER LEGISLATIVO
Polêmico, projeto que reajusta salários de prefeito, vice e secretários é aprovado em Lucas do Rio Verde
dezembro 06, 2021
Lucas do Rio Verde
Praça dos Migrantes recebe público na abertura do Natal da Esperança
dezembro 06, 2021
Lucas do Rio Verde
Prova noturna marca a última etapa do Circuito 4 Estações de Corrida de Rua
dezembro 06, 2021