23.3 C
Lucas do Rio Verde
quarta-feira, 19 janeiro, 2022
Publicidade
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIAProjetos que tratam do ingresso nas Forças Armadas estão na pauta da...

Projetos que tratam do ingresso nas Forças Armadas estão na pauta da CRE na quinta

Por

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) do Senado analisa nesta quinta-feira (9) dois projetos que tratam de ingresso nas Forças Armadas. Um deles, do senador Eduardo Girão (Podemos-CE), dá prioridade, na seleção para o serviço militar, a “jovens egressos de instituições de acolhimento familiar ou institucional”. A reunião semipresencial está marcada para as 10h.

O Projeto de Lei 557/2019 tem relatoria do senador Marcos do Val (Podemos-ES), que deu parecer pela aprovação. A votação tem caráter terminativo, ou seja, em caso de aprovação, a matéria não precisa passar pelo Plenário do Senado, salvo recurso em contrário.


--Continua depois da publicidade--

Na justificativa do projeto, Girão alega que o projeto “não altera nem modifica os efetivos das Forças Armadas, tampouco interfere no processo adotado para a seleção. Apenas apõe uma consideração extra (…) com ganhos para ambas as partes, os interesses do serviço militar [e] as necessidades sociais do país”.

“A motivação do senador é de grande sensibilidade social, ao pretender dar uma via de acolhimento social a quem é egresso de instituições dedicadas à assistência às crianças e aos adolescentes”, elogia Marcos do Val em seu relatório.

Tatuagens na Marinha

Outro projeto relatado por Marcos do Val que está na pauta da CRE é o PL 5010/2020, de iniciativa da Presidência da República, que altera normas do Sistema de Ensino Naval e veda o uso de alguns tipos de tatuagem para ingresso na Marinha. A votação é não terminativa.

O texto acrescenta ao Sistema de Ensino Naval cursos para praças, de graduação, de qualificação técnica especial e de aperfeiçoamento avançado; reduz de 36 para 35 anos o limite de idade para ingresso no Corpo de Saúde, no Corpo de Engenheiros e no quadro técnico do Corpo Auxiliar da Marinha; e prevê que os cursos e estágios a distância serão equivalentes aos presenciais.


--Continua depois da publicidade--

As tatuagens proibidas pelo projeto seriam aquelas “que façam alusão a ideologia terrorista ou extremista contrária às instituições democráticas, a violência, criminalidade, ideia ou ato libidinoso, discriminação, preconceito de raça, credo, sexo ou origem, ideia ou ato ofensivo às suas liberdades”; ou tatuagens na cabeça, no rosto ou na parte da frente do pescoço que possam “comprometer a segurança” de operações militares.

Em seu parecer, que recomenda a aprovação do texto na íntegra, Marcos do Val considera que a proposta encontra respaldo em decisões anteriores da Justiça, permitindo, em concursos públicos, restrições a candidatos com determinados tipos de tatuagem.


Publicidade

Redes sociais

107,350FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,121SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Confira o calendário esportivo para fevereiro e março de 2022 em Lucas do Rio Verde
janeiro 19, 2022
Lucas do Rio Verde
Janeiro Roxo: Lucas do Rio Verde realiza ações educativas sobre hanseníase nos PSFs
janeiro 19, 2022
AÇÃO INTEGRADA
Trio detido por tráfico de drogas em Lucas do Rio Verde tinha até máquina pra cartão
janeiro 18, 2022
Lucas do Rio Verde
Obras faz troca de madeiramento em manutenção de ponte no interior de Lucas do Rio Verde
janeiro 18, 2022