31.2 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 25 outubro, 2020
Início CENÁRIO POLÍTICO DIRETO DE BRASÍLIA Governador do DF decreta estado de calamidade pública

Governador do DF decreta estado de calamidade pública

Decreto vigora enquanto durarem efeitos da pandemia
Por Luciano Nascimento - Repórter da Agência Brasil - Brasília

 

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, decretou hoje (29) estado de calamidade pública, em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus (covid-19).O decreto, publicado na manhã desta segunda-feira, terá validade enquanto perdurarem os efeitos da pandemia no Brasil.

O estado de calamidade pública é decretado quando ocorrem danos à saúde e aos serviços públicos, que comprometem seriamente a capacidade de resposta à crise. Com a medida, o Distrito Federal poderá receber recursos do governo federal, como a antecipação de benefícios sociais, liberação de seguros e a prorrogação de pagamentos de empréstimos federais, por exemplo.

Dados da pandemia no Distrito Federal, divulgados pela Secretaria de Saúde, mostram que o DF registrou até ontem, 44.905 casos confirmados de covid-19, com 548 óbitos.



© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas

Itália anuncia regras mais rígidas; restaurantes fecham às 18h

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, assinou um novo decreto com medidas mais restritivas para tentar conter o avanço da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2. Apesar da...

E-mails grosseiros de trabalho podem causar estresse e problemas de sono

Com o aumento de pessoas trabalhando em casa por causa da pandemia, a comunicação remota se tornou essencial para a execução do trabalho. Mas...

Sampaio domina o Cuiabá e dispara 3×0 no Castelão

O Sampaio Corrêa dominou o jogo do início ao fim e venceu o Cuiabá por 3×0, na noite de ontem, sábado, 24, no Estádio...

Espanha declara novo estado de emergência por segunda onda de coronavírus

A Espanha declarou neste domingo (25) um segundo estado de emergência por uma nova onda de infecções pelo coronavírus. A decisão, anunciada pelo primeiro-ministro Pedro Sánchez, valerá...