28.3 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 25 setembro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIADivulgação obrigatória dos estoques de remédios de farmácias do SUS passa na...

Divulgação obrigatória dos estoques de remédios de farmácias do SUS passa na CAS

O projeto segue para votação no Plenário do Senado
Por CenárioMT com inf. Agência Senado

O projeto de lei que torna obrigatória a divulgação dos estoques dos medicamentos das farmácias que compõem o Sistema Único de Saúde (SUS) foi aprovado nesta terça-feira (24) pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado (CAS) e agora aguarda votação em Plenário.

Esse projeto (PL 4.673/2019), de autoria do deputado Eduardo federal Cury (PSDB-SP), contou com parecer favorável da senadora Mara Gabrilli (PSDB-SP).


--Continua depois da publicidade--

O texto inclui um dispositivo na Lei Orgânica da Saúde (Lei 8.080, de 1990) para determinar que as diferentes instâncias gestoras do SUS ficam obrigadas a apresentar, em seus sites, páginas e portais na internet, os estoques de medicamentos das farmácias públicas que estiverem sob sua gestão, com atualização quinzenal, de forma acessível ao cidadão comum.

Segundo Mara Gabrilli, a medida pode resultar em diversos benefícios. Segundo ela, o primeiro e mais importante benefício “é possibilitar o adequado planejamento, por parte dos gestores de saúde em todos os entes federativos, com o objetivo de garantir o suprimento ininterrupto de medicamentos de uso contínuo aos pacientes que deles necessitam e, também, assegurar a disponibilidade de todos os fármacos utilizados nos atendimentos ambulatoriais e hospitalares, eletivos e de emergência”.

Desabastecimento e desperdício

Outro benefício, de acordo com a senadora, é que a disponibilização da informação possibilitará que as instituições de controle oficial, a exemplo do Ministério Público, possam atuar de forma preventiva e tempestiva para evitar o desabastecimento.

— Nos casos eventuais em que os gestores de saúde não consigam garantir a disponibilidade dos medicamentos, a transparência dessa informação poderá evitar que os pacientes saiam de suas casas, desloquem-se ao posto de dispensação e voltem de mãos vazias, sem receber os medicamentos de que necessitam — argumentou.


--Continua depois da publicidade--

Outra vantagem importante da medida, segundo Mara, é que a medida pode evitar ou reduzir o desperdício de medicamentos “que ficam esquecidos nos almoxarifados públicos e perdem sua validade”.

— A divulgação dos estoques de alguns medicamentos já é utilizada em alguns municípios e permite ao usuário saber em qual unidade da rede seu medicamento está disponível. Trata-se de uma importante ferramenta de transparência pública, controle social e atendimento ao cidadão — elogiou o senador Paulo Paim (PT-RS).

 

Redes sociais

107,338FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,039SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

PRESOS POR RECEPTAÇÃO
Polícia Civil de Lucas do Rio Verde recupera equipamentos avaliados em R$ 80 mil
setembro 24, 2021
CASO CÂNDIDO FERNANDES
Principal suspeito de homicídio de pioneiro luverdense é preso em Itaituba-PA
setembro 24, 2021
VIOLÊNCIA SEXUAL
Em Lucas: delegado autua em flagrante idoso acusado de crime sexual
setembro 24, 2021
Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde inicia aplicação de 3ª dose na vacinação contra a Covid-19
setembro 24, 2021