30 C
Lucas do Rio Verde
sábado, 10 abril, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIAConselho de Ética arquiva processos contra dois deputados do PSL

Conselho de Ética arquiva processos contra dois deputados do PSL

O partido havia representado contra os parlamentares durante disputa pela liderança da legenda em 2019
Por Redaçao CenarioMT com inf. Ag camara

Integrantes do Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidiram nesta quinta-feira (4) arquivar dois processos por quebra de decoro contra membros do PSL. Os processos foram abertos a pedido do próprio partido, por causa de manifestações, em redes sociais e na imprensa, durante a disputa pela liderança da legenda, no final de 2019.

O deputado Carlos Jordy (PSL-RJ) foi acusado pelo partido de atacar a honra dos colegas em mensagem postada em uma rede social (REP 18/19). Em sessão do Conselho de Ética realizada na terça-feira (2), ele já tinha feito sua defesa. Jordy argumentou que não houve nenhum comportamento incompatível com a conduta de um deputado e apontou uso político do Conselho de Ética.


--Continua depois da publicidade--

“Até sugiro que possamos fazer uma alteração no Regimento, para que, no momento de uma representação em que não houver o mínimo de conjunto indiciário, o mínimo de conjunto probatório, que não se aceite uma representação, porque a gente acaba perdendo tempo, utilizando a estrutura da Câmara, luz, tudo o mais, à toa”, argumentou.

O relator do processo, deputado Gilson Marques (Novo-SC), recomendou o arquivamento da representação, invocando a imunidade parlamentar, sugestão confirmada pela votação dos integrantes do colegiado.

Bibo Nunes
O outro processo arquivado foi a representação (REP 21/19) contra o deputado Bibo Nunes (PSL-RS). Ele também foi acusado de atingir a honra de colegas em postagens em redes sociais e em uma entrevista a um jornal.

Em sua defesa, o parlamentar reconheceu atritos com o partido, mas ressaltou que tudo tinha sido esclarecido em uma reunião com a bancada há cerca de um mês.


--Continua depois da publicidade--

“Os problemas foram aparados, não temos mais rancor algum, estamos unidos no PSL e vamos manter essa união. Às vezes se esquenta a cabeça de um lado ou outro, mas foram pedidas desculpas e, se eu transgredi alguma coisa, eu peço humildemente desculpas. Mas não foi a intenção e foi um problema dentro do partido”, disse.

Para o relator do processo, deputado Tiago Mitraud (Novo-MG), as declarações de Bibo Nunes foram alegações genéricas, não dirigidas a nenhum parlamentar em particular, dentro de uma situação de conflito partidário. Por isso, ele também recomendou o arquivamento, que foi igualmente aceito pelos integrantes do Conselho de Ética.

O colegiado volta a se reunir na próxima terça-feira (9), às 14h30.


© CenárioMThttps://www.cenariomt.com.br
CenárioMT - Publicamos notícias diariamente no portal!
- Publicidade -

Últimas no CenárioMT

Lucas do Rio Verde

COVID 19
Lucas: Saúde confirma mais um óbito por Covid-19 e total de mortes chega a 109
abril 10, 2021
SOBRE UM RODA
Lucas: Praticantes cobram definição de espaço para realização de manobras em motos
abril 10, 2021