37.6 C
Lucas do Rio Verde
quinta-feira, 16 setembro, 2021
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIACE vota proibição de crianças e adolescentes em eventos open bar

CE vota proibição de crianças e adolescentes em eventos open bar

Relatório do senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) é pela aprovação do projeto
Por CenárioMT com inf. Agência Senado

A Comissão de Educação (CE) pode votar, na próxima segunda-feira (23) , a proibição da entrada de crianças e adolescentes em eventos com livre fornecimento de bebidas alcoólicas. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 486/2018  é dirigido a eventos do tipo open bar, por exemplo. A reunião está marcada para as 16 horas.

O projeto, da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Maus-Tratos, altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA — Lei 8.069, de 1990) e impõe multa e permite o fechamento, em caso de reincidência, de estabelecimentos que admitam a entrada ou a permanência de criança ou de adolescente nesses eventos. O texto já foi aprovado pela Comissão de Direitos Humanos (CDH).


--Continua depois da publicidade--

Originalmente, o texto mencionava explicitamente a proibição de menores de 18 anos em bailes funk, mas o relator na CDH, senador Eduardo Girão (Podemos-CE), acatou uma emenda que retirou a expressão do texto. De acordo com o senador, falar exclusivamente de baile funk restringia o âmbito do projeto.

Na CE, o relatório do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) é pela aprovação do texto, com emendas. Na versão de Randolfe, o texto também fica sem a referência a bailes funk, mas ganha a expressão “de amplo acesso ao público” para evitar, por exemplo, a interpretação de que a proibição incluísse  eventos familiares ou privados em que há consumo de bebida alcóolica.

Ministro

Na mesma reunião, a Comissão pode votar requerimento do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) para que o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, vá à Comissão prestar informações sobre declarações recentes. Entre as declarações citadas no texto está a de que crianças com deficiência “atrapalham o aprendizado”, se colocadas na mesma sala de alunos sem deficiência.

Para o senador, a declaração causou consternação geral e mostrou uma visão torpe sobre a inclusão das crianças com deficiência no ambiente escolar, contrária aos valores norteadores do Brasil.


--Continua depois da publicidade--

Redes sociais

107,324FãsCurtir
17,057SeguidoresSeguir
2,035SeguidoresSeguir

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Espaço para atendimento à mulher, criança, adolescente e idoso é inaugurado na Delegacia de Lucas do Rio Verde
setembro 16, 2021
Lucas do Rio Verde
Esporte inicia recuperação de gramado no campo do Jaime Seiti Fujii
setembro 16, 2021
SEGURANÇA PÚBLICA
Executivo consegue apoio para ampliar estrutura da Polícia Civil em Lucas do Rio Verde
setembro 16, 2021
SE DEU MAL
Em ação rápida, Guarda Municipal frustra roubo a residência de Lucas do Rio Verde
setembro 16, 2021