18.5 C
Lucas do Rio Verde
domingo, 03 julho, 2022
Publicidade
InícioCENÁRIO POLÍTICODIRETO DE BRASÍLIACAE debate dependência de fertilizantes pelo Brasil

CAE debate dependência de fertilizantes pelo Brasil

Texto por

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) promove na terça-feira (24), às 11h, audiência pública interativa para debater os impactos econômicos da dependência do Brasil da importação de fertilizantes e possíveis soluções.

Proponente do debate, o senador Jaques Wagner (PT-BA) alega que, nas circunstâncias atuais, a compra de fertilizantes ao exterior, especialmente da Rússia, terá forte impacto sobre a economia brasileira, em especial sobre a agricultura, podendo afetar a soberania e a segurança alimentar do Brasil.


--Continua depois da publicidade--

“O conflito armado entre Rússia e Ucrânia evidenciou nossa dependência da importação de fertilizantes. Segundo dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), o Brasil é o quarto maior consumidor de fertilizantes, atrás da China, da Índia e dos Estados Unidos, mas é o maior importador mundial desses insumos. O Brasil é o quarto maior produtor de grãos e o segundo maior exportador do mundo. Tal produção requer larga utilização de fertilizantes. No entanto, hoje, 85% desses produtos são importados, tendo sido a Rússia, em 2021, responsável pela maior parcela de importações, 23%, seguido pela China, com 14%, e Belarus, com 3,4%”, ressalta Jaques Wagner no requerimento (REQ 7/2022).

Para o debate, foram convidados representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, do Ministério da Economia, do Ministério das Relações Exteriores, do Instituto de Estudos Estratégicos de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (Ineep), da Federação Única dos Petroleiros (FUP), do Sindicato da Indústria do Açúcar e Álcool, da Associação Brasileira dos Produtores de Soja do Brasil (Aprosoja BR), da Associação Brasileira das Indústrias de Tecnologia em Nutrição Vegetal (Abisolo), da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), da Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), da Petrobras, da Associação Nacional para Difusão de Adubos, da petroquímica Unigel e do setor de óleo e gás.

A participação de todos os convidados ainda aguarda confirmação.

O debate está marcado para ocorrer na sala 3 da ala Alexandre Costa.


--Continua depois da publicidade--

Publicidade


Publicidade

Lucas do Rio Verde

Lucas do Rio Verde
Cultura realiza exposição de telas e quadros no Paço Municipal
julho 02, 2022
Lucas do Rio Verde
Invasão de área pública é crime e pode desclassificar famílias em programas habitacionais
julho 02, 2022
CAUTELAR INOMINADA
Ministério Público anula liberdade provisória de preso em Lucas do Rio Verde
julho 02, 2022
EMPOSSADO
Dr. Wagner Godoy assume cadeira na Câmara de Lucas do Rio Verde
julho 02, 2022